28 de dezembro de 2010

Espera

Eleonorah



A noite chega de comboio.
Sou um astro sem brilho neste cais
onde espero há vinte e quatro horas
que não voltes mais.

Dois Poemas
Horas, horas sem fim,
pesadas, fundas,
esperarei por ti
até que todas as coisas sejam mudas.
Até que uma pedra irrompa
e floresça.
Até que um pássaro me saia da garganta
e no silêncio desapareça.


Eugénio de Andrade
Espera


31 comentários:

Gisa disse...

Esperas...
Um bj querida amiga e um excelente 2011 para ti!

Juuh disse...

Ótimos textos, querida.
Beijo grande <3

neli araujo disse...

Inês querida,

Quanto mais longa a espera, mais sofrida...

Espero que a tua seja breve, linda!

Belos poemas!

Uma beijoca carinhosa,

Neli

PS: FELIZ 2011!

MLiz disse...

Senti o peso e o noturno sentir das palavras... a beleza do sombrio sentir.

Desejo a você, querida Inês, um Ano-Novo repleto de Luz e Amor, que o desejado aconteça lindamente na vida de todos nós, para juntos sermos mais felizes e plenos.

Um beijo carinhoso pra você.
Liz

Monday disse...

Se for para esperar lendo boa poesia, por que não?

M. disse...

Esperar por alguém é bom. Muito.

Nem sempre chega. Também é bom...

Veronica...ઇઉ disse...

....Desejo a
você amiga:....
365 dias de
felicidade;....52
semanas de saúde e prosperidade;
12 meses de amor e

carinho;.....8760 horas de paz e harmonia;
Que neste novo
ano que
inicia vc tem motivos para sorrir...
_______0__o_o__o_0_0_o_o__0
______0___o__o__o0_0__o_o__0
_____0___o__o_o__0_0__o___o__0
____0_o___o___o__0_0___o___o__0
____00o0000o00o0o0_0o00o00oo0oo0
___000o0o00000o000_000o00o0o000o0
___00000o000o000o0_000o000o00000o0
___0o00oo00o0o00o0__0000o0o0o00000
___0o0o00000o00o0___000o0o0o0o0o00
____0o0o0000o0o0_____0000o00o00o0
_____0000o0000________00o000o000
______0000000___________0000000
________00____ FELIZ_______00
_______00_______ 2011________00
______00_____________________00
_____00________TIM-TIM!!!_______00
____00________********_________00
_000000_________=^-^=_______00000000

Magna Santos disse...

Como sempre nos presenteando com uma boa pescaria!
Mas só passei mesmo pra te desejar muitos, lindos e enormes peixes.
Um 2011 cheio de poesia para você, Inês.
Beijos.
Magna

lua prateada disse...

Sempre serás um astro com muito brilho...
Passando apenas para te desejar um Maravilhoso Ano Novo e dizer-te que....quero que chegue até ti, a brisa amiga da felicidade junto da caridade, quero que
as luzes deste Novo Ano, iluminem teus sonhos e que a alegria desse dia possa ser compartilhada com as pessoas que fazem
parte de tua vida.

Um grande beijinho e Feliz Ano Novo.

SOL

UIFPW08 disse...

Querida Ines, Feliz Ano Nono
Beijos meus

Morris

Filipe Oliveira disse...

Paz, Saúde e Amor.
Um ano de 2011 cheio de desafios concretizados.

On The Rocks disse...

felicidades, inês!

bj

A.S. disse...

Querida,

Que o novo ano te traga a realização de todos os sonhos!

FELIZ 2011...

Beijos!
AL

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Hoje a minha visita
é para agradecer.
Cada visita sua ao meu espaço
de sentimentos,
inspira alegrias em
minha vida,
e leva o que de melhor
existe em mim.

Sua amizade é preciosa
em minha vida,
e há de continuar a ser
neste novo ano
que está nascendo.

F@bio Roch@ disse...

Amiga,
meus sinceros agradecimentos pela atenção e carinho desprendidos ao longo do ano que se encerra...

Um 2011 feliz e cheio de prosperidade!!

MUITA PAZ!!!

Folhetim Cultural disse...

Olá feliz 2011!
Quero hoje que você possa ver o trabalho feito no Folhetim Cultural que é o blog pelo qual sou responsável este abaixo é o endereço:
informativofolhetimcultural.blogspot.com
hoje sábado 1º dia do ano, voltamos com as publicações.
Ás 9 horas da manhã minha coluna poética
Às 13 horas O Poeta entrevista quadro de entrevista
e ás 17 horas Chá das 5 onde um poeta colaborador escreve uma coluna poética. Ao longo da semana atualizações são feitas com noticiário cultural, espero que possa contar com seu apoio nessa empreitada e que possa opinar sobre o nosso trabalho agradeço a atenção lhe desejo um ano super!

Magno Oliveira
Folhetim Cultural

Thiago Ya'agob disse...

Minha amiga,

2011 chegou e com ele, eu sei, a esperança de uma vida inda mais feliz se renova e ganha forças: caminhar é preciso.

Meu abraço, receba-o, com paz n'alma - com votos sinceros de um novo amanhecer, sempre.

Obrigado por suas letras, Inês: obrigado, sempre.

Priih disse...

Inês qerida, quanto tempo !
Fiqei um bom tempo sumida do blog, mais agora estou de volta e com saudades de suas visitas ;D
Um feliz ano novo pa você minha flôr.
Bju com uma pitada de saudade.

Insana disse...

Que venha 2011, pois
Será o ano do Sol a iluminar. Grandes e Pequenos Passos.
Será ano Impar unilateral
Será o ano do Coelho multiplicador

Plante a semente da vontade
Regue com o dose desejo
E terá bons frutos para colher..

Um feliz 2011 da Insana

OBS desculpe a ausência nas festas..

Nina Souza disse...

poucas coisas são tão angustiantes quanto a espera. ainda mais se tem o tempero da saudade.
beijos,lindo 2011 pra nós!!!

Arcanjo disse...

Lindo como sempre, fico sempre impressionado com a sua sensibilidade pra juntar as imagens e os textos, adorei... bjos e um ótimo ano pra vc...

Juuh disse...

grata a ti, minha querida.
que ótima escolha fizeste, que paalavras profundas <3

Sandrio cândido. disse...

as vezes vale a pena esperar.
abraços

Srta Callie disse...

Um belo espaço.. delicado suave ...
que bom tê-lo encontrado ..
seguindo-te ..

Callie
* The Blue Girl ..

Baby disse...

Dois poemas intensos e belos que falam de amor e de espera....quanto a mim, dois itens indissociáveis.
Um beijo, minha amiga.

Secreta disse...

Espera ... que nos consome os sentidos.

Veronica...ઇઉ disse...

Lindo como sempre! Um ótimo fim de semana pra você bjs

todosossentidos disse...

Espera e escolhas...
O que nos move.

Beijos
Neo

:) disse...

O seu blog é lindo! Parabéns!

Estou te seguindo!

:)

Um ótimo 2011!

Pedro Antônio

AC disse...

Excelente gosto, muita sensibilidade...
Foi um prazer descobrir o seu espaço, que irei seguir com todo o gosto.

Bj

Duarte disse...

Espero...

Até gosto dos comboios, mas não me levam a ti.

As horas dilaceram na espera, mas se não tenho outra alternativa, espero... horas sem fim.

Beijinhos, meus