29 de junho de 2011

A folha que ainda não caiu


daqui
















O jovem e afoito monge budista pergunta ao velho e lento mestre:
- Mestre, o que é o Amor?
- É a folha que ainda não caiu do galho da cerejeira...
- Como assim, mestre? Se ainda não caiu, essa folha não existe –ao menos 
como folha caída...
- Também o Amor está sempre por fazer-se e nunca se completa.
- Mas a folha acaba caindo...
- Por isso o Amor é a folha que ainda não caiu do galho da cerejeira...



Wilson Bueno
Meu Bem, Meu Mal / Do amor índio e outros amores






Oferecido pelo Marcos Alderico

21 comentários:

Só pra você disse...

Oi, que lindo amiguinha, meigo esse ensinamento. Obrigada por compartilhar.

Beijocas querida

Gisa disse...

Linda lição sobre o amor.
Um grande bj querida amiga

Rosinha disse...

Afeto, sim a maior porta.
É assim o sentimento que tenho por vc.

O que é o Amor?
Ainda não tinha lido tão lindo e sabio significado sobre o amor.


xero na alma do coração.

Arcanjo disse...

De uma beleza e uma simplicidade extremos, como uma flor de cerejeira... como sempre muito bom gosto pra combinar o que está escrito com as imagens, só pra variar adorei...

Magna Santos disse...

Inês, essa história-poema é de uma beleza...que simplicidade, que brevidade!
Deus do céu, pescadora! Como é que tu fazes para armar a rede mesmo?
Beijão bem grandão pra ti.
Magna

Magna Santos disse...

Eita, armar não, jogar, né? Desculpa aí...coisa de cearense.

Carlos Leite disse...

De facto, um pensamento muito interessante ! Pelo que vi até agora do blog, gostei imenso! Continue ! :)
Atenciosamente,
Carlos Leite, http://opintordesonhos.blogspot.com

Sonhadora disse...

Minha querida

Hoje passando apenas para agradecer o carinho e apoio e dizer que estou de volta e melhorando.

Beijinhos com carinho
Rosa

lua prateada disse...

Simplesmente lindo e uma maravilhosa inspiração...
Beijo prateado
SOL

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

E assim
o amor está em nós.

Amanhecendo...
Entardecendo...
Partindo...
Renascendo...

Vida plena em teus dias.

Lis disse...

Oi Inês
Passava algumas vezes mas estava fechadinho rsrs hoje posso dizer o quanto gosto das suas escolhas.
Sempre perfeitas.Parabéns.
Do amor sabemos sempre esplanar, dificil é vive-lo em plenitude.
Que aprendamos!
um grande abraço

Dil Santos disse...

Inês, minha linda e querida amiga, que gosto tanto.
Lindo, lindo, lindo. Essa é uma explicação poética, graciosa do amor.
Vc tá bem menina?
Pois é menina, estou querendo pegar mais um poucos dos sentimentos tensos alheios, kkkkkkk
Eu estava conversando com uma amiga ontem, meio que sobre isso. Tava falando com ela, que mesmo quando eu ñ estou vivendo determinado momento, eu pego emprestados os sentimentos alheios e escrevo, rsrs.
Bjo menina

Duarte disse...

Palavras sábias, sempre postas na filosofia oriental, porquê?

MUITA REFLEXÃO!...

Apoio a apreciação do Marcos

Um grande abraço, querida amiga.

Vieira Calado disse...

Sábios,

esses orientais!

Bjs

UIFPW08 disse...

O amor é como o mar pode parar ..
Beijos meus
Morris

Pelos caminhos da vida. disse...

Inês!

Hoje Quero Agradecer

Através dessa mensagem, quero lhe agradecer, por estar sempre presente mesmo estando ausente daqui.

E quero que saiba que pessoas tão especiais como você estão sempre prontas para fortalecer a união fraterna.
Eu procuro olhar dentro dos corações das pessoas, porque sabemos que é de lá que extraímos o que temos de melhor.

Obrigado por sua atenção e pelo carinho dedicado.
Tudo o que fazemos pensando em ajudar ao próximo, pela própria lei da natureza, nos é devolvido em dobro.
Só entendemos direito o milagre da vida quando deixamos que o inesperado aconteça.

Que o Universo te cubra de bênçãos e seja sempre muito feliz.

Muito obrigado!

beijooo.

Insana disse...

A folha caida, cai na estação certa o amor não tem epoca "acontece".

bjs Insana

Tatiana Moreira disse...

O amor é o que nos renova sempre e a cada dia mais!
Tenha uma ótima semana!
Um beijo com o meu carinho

Secreta disse...

O Amor é a folhaq ue se agarra com toda a força ao galho...

MLiz disse...

Boa tarde, Inês!
É linda a poesia não é mesmo? Deveríamos usá-la como um hino, como uma oração diária, para nos convencermos de nossa capacidade inata de ser feliz. Com certeza podes semeá-la por aqui, quantas vezes me inspirei em teus pensares postados por aqui.
"O amor sempre está!!! Nós que somos míopes as suas formas"
Beijos e boa semana!
MLiz

Carlos Leite disse...

Se me permitir gostaria imenso de fazer parte dos seus seguidores !
Muito obrigado pelo seu comentário e pela sua crítica.
Atenciosamente,
Carlos Leite, http://opintordesonhos.blogspot.com