1 de abril de 2011

Abismos


Criança, eu sabia suspender o tempo, 
soterrar abismos e nomear as estrelas. 
Cresci, perdi pontes, esqueci sortilégios.

Mia Couto
Idade Cidades Divindades


Não se sai do abismo,
aprende-se a sua linguagem.

Vasco Gato
Omertá
Imagem: Alexandre

29 comentários:

OutrosEncantos disse...

:))
beijos :)

Duarte disse...

A cadencia que nos impõe a vida obriga-nos a encontrar a linguagem da convivência.

Beijinhos de amizade

valquiria calado disse...

*...♥...*...♥...*...♥...*...♥...*...♥...*...♥...

Deus sempre se alegra quando nós ousamos sonhar. Na verdade, somos bem parecidos com Deus quando sonhamos. O Mestre se entusiasma com novidades. Ele se encanta em derrubar o antigo. Ele escreveu o livro tornando o impossível possível.
Exemplos? Cheque o Livro.
Pastores de oitenta anos não costumam enfrentar Faraós... mas não conte isso a Moisés.
Pastores adolescentes geralmente não lutam com gigantes... mas não conte isso a Davi.
Pastores que trabalham à noite não costumam ouvir anjos cantarem nem ver Deus em um estábulo... mas não conte isso ao grupo de Belém.
E certamente não conte isso a Deus. Ele fez uma eternidade ao possibilitar o vôo de seres presos à terra. E ele fica bravo quando as asas das pessoas são aparadas.
**************
Belo post.

Excelente fim fim de semana, bjos no ♥.

*...♥...*...♥...*...♥...*...♥...*...♥...*...♥...

Um Cantinho para Sonhar disse...

Vim conhecer o teu cantinho e me encantei!
Parabéns...sigo-te com muito carinho!

Suzy

Papoila - BF disse...

Todos os dias caminhamos na beira do abismo sem o saber tão perto.

Um beijo

BF

Bemsei disse...

Tão lindo: o texto do Mia Couto.... e tão triste, ainda assim...

Verdadeiras, as palavras de Vasco Gato.
Grata por partilhares.

MLiz disse...

Talvez por sentir muito além do texto e me sentir em sintonia, que não possuo palavras para dizer que ele seja bonito, pra mim ele é triste...
Apenas gostaria de extender minha mão e através dela transmitir amor e confiança de que dias extremamente 'ensolarados' e felizes virão.
Um abraço muiiito carinhoso e o desejo de um fim de semana de paz.
Monalize

A.S. disse...

Quem nunca experimentou a vertigem de um abismo, jamais será capaz de ir além do infinito!...


Beijos meus, querida!
AL

Tatiana disse...

Ainda tenho muito o que aprender...
A vida tem tantas surpresas!

De abismo conheço a dor de ter chegado ao chão.

Mas... Vamos sobrevivendo!

Um abraço carinhoso

Cores da Vida... disse...

Não se deve fugir dos desafios lançados pela vida, há que se enfrentá-los.

Beijos e bom domingo,

Ava disse...

Bom sonhar por, ou simplesmente deixar-se cai no abismo...


Bjs

Herberth disse...

Vamos sonhar até cair, pois sonhar é fundamental ao menos é o que dizem...

Du Santana disse...

Há momentos na vida em que aprender a linguagem dos abismos já não adianta. Tem dias que não há como se entregar.

antes blog do que nunca! disse...

Ainda bem que somos seres com flexibilidade, para moldarmos certas realidades mais profundas e insondáveis.

Belíssimo blog. Parabéns.

1 Bj*
Luísa

Soraya Azevinho disse...

chegar aqui, é sempre encantar-se :)

On The Rocks disse...

com um pouco de calma, a gente aprende essa linguagem - rs

bj

Secreta disse...

Os abismos que nos cercam, e dos quais nos tornamos parte...
Beijito.

OutrosEncantos disse...

é Inês, de tudo se aprende a linguagem [ou não]... tem a ver com a boa vontade de cada um :)

Gosto de ambos, Mia Couto e Vasco Gato :))
e também de ti :))
mais beijo.

guímel disse...

Querida Inês!


Fui obrigada a adquirir um domínio próprio do blog... Golpe da Wordpress que não cedi à migração e excluiu o meu blog por 12 h. Eu achei que era apenas ameaça, mas não foi e, a blogspot nem sabia disso. Foi difícil de recuperá-lo.
A nova URL é http://www.focoholistico.com.
Peço a sua gentileza de atualizá-lo nos seus links
Desculpe o transtorno!
Bjsss

UIFPW08 disse...

Se o mundo não tem o seu sorriso é difícil sem imagem
aqui, porque sem você o mundo não pode existir..
M.

Lis disse...

Boas escolhas Inês
Gostei aqui.Muito.
Vou voltar.Obrigada pela visita.

abraços

Bemsei disse...

Grata pela visita e pelas tuas palavras. Um abraço forte.

Carolina Nascimento disse...

ca-ra-ca !
vc ainda existe !!!

pooooooooxa, to muito feliz em saber disso =)
faz tempo que eu sumi desse mundo de blog, e quando voltei, foi mais pra postar pra mim mesma, do nada lembrei de vcs e tal, ai fui procurar, e vc ainda posta ! que magico ! =)

Maria Marluce disse...

Somos assim: ao crescer percebemos que perdemos a essência das coisas simples.

Tatiana disse...

Vim agradecer de coração as suas palavras deixadas no Simplesmente Amor.
Essa troca de palavras na blogosfera alimenta a alma de bons sentimentos.

Desejo para você um dia repleto de dádivas!
Um abraço carinhoso

Caroline. disse...

lindooo *-*
Beijos Inês, saudades =*

ROSINHA (tilida5ever design) disse...

Adoro Mia Couto*

A.S. disse...

As mais belas flores nascem junto dos abismos!!!


Beijos meus,
AL

♪ Sil disse...

Eu vivo cercada de abismos, e acho que aprendi algo com eles.
De certa forma, vivemos em contato com ele, o abismo.

Seu blog é apaixonante!

Impossivel não me encantar aqui.

Um beijo!