1 de fevereiro de 2009

Pela luz dos olhos teus


Quando eu não te tinha
Amava a Natureza como um monge calmo a Cristo.
Agora amo a Natureza
Como um monge calmo à Virgem Maria,
Religiosamente, a meu modo, como dantes,
Mas de outra maneira mais comovida e próxima ...

Vejo melhor os rios quando vou contigo
Pelos campos até à beira dos rios;
Sentado a teu lado reparando nas nuvens
Reparo nelas melhor —
Tu não me tiraste a Natureza ...
Tu mudaste a Natureza ...

Trouxeste-me a Natureza para o pé de mim,
Por tu existires vejo-a melhor, mas a mesma,
Por tu me amares, amo-a do mesmo modo, mas mais,
Por tu me escolheres para te ter e te amar,
Os meus olhos fitaram-na mais demoradamente
Sobre todas as cousas.


Não me arrependo do que fui outrora

Porque ainda o sou.




Alberto Caeiro
O Pastor Amoroso


Imagem: Inês Queiroz / Dois Rios
(Patagônia Argentina)

Queridos amigos,
Ando sem tempo para retribuir as carinhosas visitas de vocês.
Tão logo me desvencilhe dos afazeres que me têm arrebatado
esse prazer, me farei novamente presente.




31 comentários:

Nanda Assis disse...

vc sumiu querida, saudades destes lindos textos, cheios de emoção.

bjosss...

•.¸¸.ஐBruneLLa Tigress disse...

lindo demais, como sempre amiga!
beijos e borboleteios

Eu disse...

A existência de um amor em nossa vida, nos faz olhar o mundo com outros olhos. Talvez com mais esperança, com mais cores... com mais amor!
Obrigada pela visita ao meu cantinho!
Beijinhos
Elida

Duarte disse...

Inês, que fotografia! Que poema!
Dediquei tempo à contemplação, assim como à leitura, valeu a pena, senti-me feliz, ainda que emocionado.

Um grande abraço de amizade

Andrea Galvez disse...

Adorei estar aqui em seu espaço e me deliciar com tantas coisas lindas, parabéns...vou estar sempre que possivel passando bons momentos aqui...;)

Pelos caminhos da vida. disse...

Eu te entendo amiga,qdo der vc vem me visitar ok?

Lindo poema.

Um gde abraço.

beijooo.

Thiago disse...

Lindo texto e que fotografia bela!

Quando o amor aparece tudo parece mais lindo! =)

Pjsoueu disse...

Quando o amor acontece...

"O mundo se altera,tudo está diferente na luz e na cor, só porque tu existes e mudaste a minha existência:)"

Gosto muito do teu "gostar"
Gosto do teu bom gosto em cada texto onde a poesia acontece tão sublime:

beijos do Pj

Cláudia Gonçalves disse...

Ô mulher danada pra escrever bem. Sabe que esse poema me fez pensar no porque do nome do seu blog.

Saudades de ti.

Bjos, Claudia

Monique Lôbo disse...

Inês querida, que poema mais lindo!!
Não se preocupa, quando puder estaremos esperando!!!
O tempo as vezes nos aperta, mas depois ele alivia!!

bjãoo

Babes disse...

Querida Inês,
Adoro quando passas pelo meu cantinho, e me fazes perceber que não existem fronteiras nem oceanos entre os Sentires.
E sempre entendes tão bem o que escrevo...

Quanto ao teu post... Belissimo poema. E que bom é não nos arrependermos nunca do que fomos outrora...

Beijo em Ti!

mdsol disse...

Q. Inês:

Que palavras tão boas! Com fotografia a condizer!

[quanto às visitas... o que importa é que esteja bem...]
beijinho do lado de cá!

manzas disse...

Descobri…
Um banco do jardim
Que me segredou
Em poesia…
Aromas que aqui
Encontrou
De paz
E de harmonia...

Sempre grato pelo comentário…

O eterno abraço…

-Manzas-

Su disse...

como sempre excelentes escolhas


jocas maradas

Martinha disse...

Ah, Alberto Caeiro... Um poeta das sensações, do viver a Natureza, sendo a realidade e do sentimento anti-metafísica. Gostei de o estudar na escola :)

O poema... lindo, mesmo ;D
Beijinho Inês *
Que todos os teus afazeres corra bem.

Sininho disse...

É lindo esse amar! há pessoas que nos mostram a vida! um significado que nos preenche!

Você me faz conhecer este lado da troca inocente com seus textos diversos e floridos =D

Um beijo gigantesco*

Márcia(clarinha) disse...

Uma grande Pessoa de Fernando, há de arrepender-se de que?
Linda escolha de poesia.

Tranqüilize-se [amo as tremas, rss]eu aguardo sua presença.

lindos dias flor
beijos

Pelos caminhos da vida. disse...

Tem selinho da "Proximidade" la para vc.

beijooo.

Canteiro Pessoal disse...

Oie querida, paz !

Uauuu... fantástico este seu espaço !

Amo este trecho de Vinícius de Moraes, "Pela luz dos teus olhos..."

Através de um simples olhar, mistérios acontecem e palavras desfalecem; também, aprende-se a desvender na pintura dos olhos várias tonalidades de cores inigualáveis.

Deixemos o rio nos levar !

secreto segredo disse...

E espero...posto que vale a pena estar aqui.

della-porther disse...

Claro que esperá-la é prazeiroso.

beijos

della

Xana disse...

O amor faz milagres,disso eu sei!
Mas também provoca feridas, mas disso agora não queremos falar, pois não inês??
;)
beijinhos

O Profeta disse...

A terra dorme em sobressalto
Um grito brota da alma
Danço com esta bruma de Inverno
Rodopia em meu peito uma estranha calma

Águas despertas, Mar bravio
Cai sobre mim um nevoeiro perverso
Uma onda estende seu manto de espuma
Açoita as pedras adiando o regresso


Boa semana


Mágico beijo

Duarte disse...

Voltei, palavras assim são para degustar pausadamente, ou a pequenos sorvos...

Beijinhos de gratidão

ลndreia disse...

Fomos e tentamos ser agora melhores! *

On The Rocks disse...

muito bonito. pessoa, sempre pessoa.

bj

Branca disse...

Qdo amamos tudo fica mais bonito.
Adoro esse poema!

Ótimo dia pra vc,
bjos.

«« ڱemöґïvö »» disse...

tempo cada vez mais curto,... sei como e´ isso.
Mas ca estarei esperando sua presença. Beijos

Ray

mundo azul disse...

_______________________________

Esse poema é lindo!

Fernando Pessoa ou qualquer de seus heteronomios é sempre uma preciosidade!


Beijos de luz e o meu carinho...

________________________________

Pelos caminhos da vida. disse...

Vim te oferecer mais um selinho,aceitas?

beijooo

Leonor Cordeiro disse...

"Tu não me tiraste a Natureza...
Tu mudaste a Natureza..."

Caeiro é sempre Caeiro!

bjs