1 de setembro de 2010

Sem margens



Explicar com palavras deste mundo que partiu
de mim um barco levando-me.

Alejandra Pizarnik
Árbol de Diana
Navego pela memória
sem margens.

Cecília Meireles

Explicação




Imagem: Scott Stulberg/Corbis


34 comentários:

UIFPW08 disse...

Vorrei perdermi tra il silenzio dei tuoi occhi e non svegliarmi piu..
Bom dia Ines
Beijos meus
Morris

Lis. disse...

Olá querida Inês...

Parece-me que navegar num mar sem margens é como navegar num oceano, onde dificilmente podemos ver as margens. E certamente navegar na memória das recordações, livre.

Liberdade, essa é a palavra que caí bem. Sendo livre, ou com desejo de, liberdade. E no fundo somos nós mesmos que criamos esse oceano, alargando nossas próprias margens com o passar do tempo.

ps. E já regressei para Itanhaém onde moro, e não esqueci que aquele café está de pé.

Bjo.

Cor de Rosa e Carvão disse...

Que saudades queridona. Faz tempo que não aparecia por aqui. E quando venho, sempre uma mar de intensos sentimentos. Beijocas no teu coração

Rosinha disse...

É sempre bom vim aqui.

xero na alma.

Obtuso disse...

Aqui fiquei parado na imagem e nas palavras que a Inês sabe descobrir para nos oferecer.
Belo!

Beijinhos

wcastanheira disse...

Belas e profundas escolhas, vc foi muiiiito feliz qdo parou, pensou e...postou, pra vc minha linda bjos, bjos e bjosssssssssss

Shakti disse...

Palavras articulas e bem ligadas à imagem que escolheste !!!

bj

Lis. disse...

Olá Inês,

Primeiro quero agradecer-te por suas amáveis palavras sempre repletas de muito carinho.

Depois comentar que -graças à Deus- as casas (tudo indica) que foram vendidas.

Digo graças à Deus, porque trouxe para São Paulo uma proposta para ser apresentada a minha família que é praticamente irrecusável.

Se tudo der certo o lugar onde morava minha finada avó vai virar Igreja Evangélica. E estava mesmo precisando, porque, todos aqueles vizinhos estão sendo carregados pelo bicho ruim. rsr

Agora, a família está levantando os documentos necessários para o fechamento do negócio que será feito aí no Rio de Janeiro.

E em breve, com contentamento, acredito que dentro duns quarenta e cinco dias tomaremos um bom café juntos, sim.

Beijos.

[ rod ] ® disse...

E pela vida vivo ao caos da minha agonia! bjs moça.

Braulio Pereira disse...

querida Inês

sem o seu mar
nÂo ha marés
nem luz no meu olhar.


com carinho fiz este versinho para voce com gratidâo
á sua visita e doce comentario

beijos flor!!

Insana disse...

Navegar em si.

bjs
Insana

Rosinha disse...

Bela Ines, quando tu vens na minha alma fico rica.

xero de rosa

Jussara Christina disse...

Adorei teu blog! Belíssimo!
Gosto de conhecer pessoas inteligentes, observadoras e sensíveis!
Já estou te seguindo ...
Se puder visita meu cantinho tb, que é feito com muito carinho.
Bjs doces!

*´¨)
¸.·´¸.·*´¨) ¸.·*¨)
(¸.·´ (¸.·` *♥ Jussara Christina ♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥

Ariana disse...

Que imagem e palavras lindas! Amei!



Beijos flor e otimo fim de semana!

Graça disse...

Inês,

vim agradecer o teu carinho em meu blog, amiga!

Um grande beijo,

poetaeusou . . . disse...

*
na viagem da memória,
há barcos que não voltaram !
,
brisas serenas,
ficam,
,
*

Cacheada disse...

Sem margens, vai se amparar onde?
Sei lá, sempre pensei que as margens eram os sonhos...
porque, viver algo qe não foi sonhado...
:S

On The Rocks disse...

que coisa fofa você é!

sempre linda e exuberante ofertando-nos estas coisas...

bj

On The Rocks disse...

adoro você - mesmo de longe.

bj

Dil Santos disse...

Oi Inêz, tudo bem?
Menina, lindo, me lembrei de uma música chamada al otro lado del rio- Jorge Drexler
Eu adoro ele, rs
Ah minha linda, pode deixar q irei aproveitar e manterei o blog atualizado, farei meu diário de bordo, kkkkk
Saudades
Bjo menina

Sabrina disse...

me encantou tanta beleza aqui!

mixtu disse...

sem margens mas com pontes...

abrazo serrano

Dil Santos disse...

Inês minha linda, como está?
Menina, a música é perfeita, eu sou fã dele. Pois é menina, temos, mas é bem provável q tenhamos bem mais coisa em comum kkkkkk
Eu viajo sexta para Salvador e para São Paulo na segunda. Volto dia 02, mas tentarei manter o blog atualizado com meu diário de bordo, rs.
Bjos minha linda

A.S. disse...

Navega sem rumo sobre a sensual ondulação das ondas, acompanha as brisas, aportarás no cais onde nascem todos os sonhos, todas as fantasias, todos os desejos...

BjO´ss
AL

Lucianna disse...

Seu blog é de primeira qualidade, estou te seguindo !!! passa lá no meu !! bjs

sonho disse...

Podes não ter margens...mas não desistas de caminhar...
Beijo d'anjo

Baby disse...

Quando a alma é o timoneiro, não há margem nem mar que detenha o barco.
Beijos.

im disse...

Perder a alma, deixar deve ser o mais repleto vazio.

Beijinhos

Vanessa Monique disse...

E será q alguém vai entender?
Ótimo feriado
@vanimonique
:*

Pelos caminhos da vida. disse...

Outra bela escolha a sua amiga.

Estive ausente, hoje voltando estou agradecendo meus amigos que estiveram presentes na minha ausência, é muito gratificante voltar e ter vc Pelos Caminhos da Vida comigo, obrigada pelo carinho, pela amizade.

Um gde abraço.

beijooo.

Hanukká disse...

Uma linda noite de paz, abraço.

Conversando com Deus.

Pedi força e vigor Deus me mandou dificuldades para me fazer forte
Pedi sabedoria Deus me mandou problemas para resolver
Pedi prosperidade Deus me deu energia e cérebro para trabalhar
Pedi coragem Deus me mandou situações para superar
Pedi amor Deus me mandou pessoas com problemas para eu ajudar
Pedi favores Deus me deu oportunidades
Não recebi nada do que queria,
Mas, recebi tudo o que precisava!

Pelos caminhos da vida. disse...

Obrigada pela sua visita.

Bom dia amiga.

beijooo.

Duarte disse...

Dá que pensar, podendo ser assim...

Um grande abraço

Soraya Azevinho disse...

aqui, é sempre bom vir e voltar. é a segunda vez que leio estes poemas aqui deixados por si, e é a segunda que se me abre o sorriso!
obrigada!