31 de outubro de 2011

Resíduo




Pois de tudo ficou um pouco
 Fica um pouco de teu queixo
no queixo de tua filha.
De teu áspero silêncio
um pouco ficou, um pouco
nos muros zangados,
nas folhas, mudas, que sobem.

Ficou um pouco de tudo
no pires de porcelana,
dragão partido, flor branca,
ficou um pouco
de ruga na vossa testa,
retrato.

E de tudo fica um pouco.
Oh abre os vidros de loção
e abafa
o insuportável mau cheiro da memória.



  ,

Carlos Drummond de Andrade nasceu em Itabira/MG, em 31 de outubro de 1902 e morreu em 1987, aos 84 anos. Hoje estaria completando 109 anos.




18 comentários:

Cleber Eldridge disse...

Drummond escrevia muito! Porra, maravilhoso!

AC disse...

Uma homenagem mais que merecida a um poeta intemporal.

Beijo :)

Luna Freire disse...

Grande Drummond!!! Inês, obrigada por tuas palavras no blog Sementeiras. A Biblioteca do Coque existe desde 2007. Eu estou lá desde 2008 como voluntária (vou duas vezes por semana pra contar histórias pra meninada). A biblioteca tem apoio do Instituto C&A desde 2008, que garante o salário de Betânia. Um grande abraço pra vc.

Poesias Partidas disse...

Saudações poéticas, Inês. Grato por sua sensibilidade e pela delícia de comentário deixado no Poesias Partidas.

Nanda Oliveira disse...

Carlos Drummond, sempre impecável em suas palavras. Autêntico.

UIFPW08 disse...

linda para voce..
Beijos meus
M.

guímel disse...

Além da homenagem a Drummond, a sua escolha foi perfeita.
Beijos

。♥ Smareis ♥。 disse...

Drummond um dos meus poeta favorito, merece essa homenagem. Lindos os versos. Beijos e ótima semana.

。♥ Smareis ♥。 disse...

Drummond um dos meus poeta favorito, merece essa homenagem. Lindos os versos. Beijos e ótima semana.

Dual disse...

Bellissimo post !! Un saluto per augurarti una serena giornata
Gio'

Pelos caminhos da vida. disse...

Uma linda homenagem a esse inesquecível poeta.

Bom feriado para vc Inês.

beijooo.

Dil Santos disse...

Inês minha linda, vc tá bem?
Gente, eu adoro Drummond, apesar de algumas coisas eu ñ gostar, mas lindo esse.
Saudade de tu menina.
Vou mandar pra vc tbm, pq acho q ñ tá sabendo.
Eu cheguei na final do prêmio TopBlog 2011 e conto mais uma vez com seu voto. Caso não tenha votado ainda, é sua chance de fazer, rsrs. Passa lá no meu blog e vote novamente, não se esqueça de confirmar seu voto por favor. Aproveitando e sendo cara de pau, fale com seus amigos, amigos dos seus amigos, parentes, vizinhos, conhecidos e desconhecidos para votarem tbm, agradeço desde já de coração.
rsrs
bjão e saudade de tu menina

Danilo Castro disse...

Quase vi um ator no proscênio com os olhos marejados e, ao fim, um blackout

"Oh, abre os vidros de loção e abafa o insuportável mau cheiro da memória"

Baby disse...

Carlos Drumond de Andrade...quanta verdade e sabedoria nas suas palavras!

Beijos.

Ane disse...

Oi Inês!Drummond dispensa comentários,adoro ele!

"E de tudo fica um pouco..."

Como está seu feriado?
Um grande beijo!

Sonhadora disse...

Minha querida

Adoro a sabedoria e verdade contida nos seus poemas, que adoro...uma bela escolha.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

ONG ALERTA disse...

Lindo, tudo fica pouco tempo...
Beijo Lisette.

Duarte disse...

... passa com tudo, são resíduos, que ficam. Uns doem outros não tanto.
Abraço forte