25 de junho de 2011

Afeto, a maior porta

daqui


O peso dos versos de Mario Benedetti
se equivalem a dimensão do poema.
Assim é.  Que assim seja!


Como fazer-te saber que há sempre tempo?
Que temos que buscá-lo e dá-lo…
Que ninguém estabelece normas, senão a vida…
Que a vida sem certas normas perde formas…
Que a forma não se perde com abrirmo-nos…
Que abrirmo-nos não é amar indiscriminadamente…
Que não é proibido amar…
Que também se pode odiar…
Que a agressão porque sim, fere muito…
Que as feridas fecham-se…
Que as portas não devem fechar-se…
Que a maior porta é o afeto…
Que os afetos definem-nos…
Que definir-se não é remar contra a corrente…
Que não quanto mais se carrega no traço mais se desenha…
Que negar palavras é abrir distâncias…
Que encontrar-se é lindo…
Que o sexo faz parte da lindeza da vida…
Que a vida parte do sexo…
Que o porquê das crianças tem o seu porquê…
Que querer saber de alguém não é só curiosidade…
Que saber tudo de todos é curiosidade malsã…
Que nunca é demais agradecer…
Que autodeterminação não é fazer as coisas sozinho…
Que ninguém quer estar só…
Que para não estar só há que dar…
Que para dar devemos antes receber…
Que para nos darem há também que saber pedir…
Que saber pedir não é oferecer-se…
Que oferecer-se, em definitivo, não é querer-se…
Que para nos quererem devemos mostrar quem somos…
Que para alguém ser é preciso dar-lhe ajuda…
Que ajudar é poder dar ânimo e apoiar…
Que adular não é apoiar…
Que adular é tão pernicioso como virar a cara…
Que as coisas cara a cara são honestas…
Que ninguém é honesto por não roubar…
Que quando não se tira prazer das coisas não se vive…
Que para sentir a vida temos de esquecer que existe a morte…
Que se pode estar morto em vida…
Que sentimos com o corpo e a mente…
Que com os ouvidos se escuta…
Que custa ser sensível e não se ferir…
Que ferir-se não é sangrar…
Que para não nos ferirmos levantamos muros…
Que melhor seria fazer pontes…
Que por elas se vai à outra margem e ninguém volta…
Que voltar não implica retroceder…
Que retroceder também pode ser avançar…
Que não é por muito avançar que se amanhece mais perto do sol…

Como fazer-te saber que ninguém estabelece normas, senão a vida?

Mario Benedetti
Desde los afectos


.....................................................................Versão original aqui


21 comentários:

NADJINHA disse...

Olá vim conhecer seu espaço ..que beleza de poemas..prazer sou Nadjinha !!!Aparece viu..no meu arraiá ..tá pegando fogo kkkkk b-jus feliz fds!!!

Canteiro Pessoal disse...

Dois Rios, leio-te em silêncio, só que hoje não me contive, deixo meu rastro por aqui.

Abraços

Priscila Cáliga

UIFPW08 disse...

Eu sei que a maioria das estrelas não vê-lo tão bonito, eu sei que você não tem mais porque
.. Eu sei que se você não está sozinho esta noite Eu sei que há sempre você.

Beijos meus Ines
Morris

Fé Fraga disse...

Excelente escolha de texto!
Que assim seja!
Beijo,
Fé Fraga.

Dual disse...

Bellissimi versi.
Gio'
http://remenberphoto.blogspot.com/

retrato disse...

a verdade está expressa pela força das palavras conjugando a sabedoria e a vida.
a sabedoria de quem vive, e a vida de quem sabe

Dil Santos disse...

Inês minha linda, como está?
Menino, eu fico maravilhado com suas escolhas poéticas. É de babar, rsrsrs
Ai menina, tu acredita que eu tava com uma vontade de comer canjica, aí quando eu acordei hj para ir trabalhar, minha tia tava começando a preparar, rsrs. Tava uma delícia, rsrsrs. Aceita? Ainda tem, rsrs
Bjo menina, s cuida heim? rs

Palco Mudo disse...

Este poema tem uma força brutal... enche-me de êxtase.
Parabéns pelo Blog. :)

Tatiana Moreira disse...

Que lindo!
Um hino a vida!
Tenha uma ótima semana!
Beijos com o meu carinho

MLiz disse...

Belíssima postagem, Mario Benedetti tem textos belíssimos mesmo!
"Eu gosto da gente que é capaz de entender que o maior erro do ser humano é tentar arrancar da cabeça aquilo que não sai do coração"

E como está o inverno por aí? Quentinho? hehhee

Um abraço bem carinhoso pra você e desejos de uma ótima semana.

Bjo

Ane disse...

Olá!Adorei cada pedacinho deste texto...Há muita verdade aí...
Um beijo pra vc!
http://sulamemacedo.blog.uol.com.br

Poesias Partidas disse...

Boa noite amiga,

Deixo um grande abraço e também um selo para você no meu blog.

Marcos Alderico

Luiz Caio disse...

OiInês, que bom saber que você não se esqueceu de mim, pois, sinto muito a sua falta e a de alguns outros amigos queridos! Sabe, eu não deixei de sonhar,mas, agora estou tentando viver um pouco dos sonhos que sonhei, e os pensamentos, meio que,mudaram de direção. Mas, isso tudo são momentos da vida!

Inês, se você tiver um faceboock e quizer, para minhha felicidade, retomar o contato, busque por Luiz caio e me encontrará no inicio da lista!

Quanto ao blog,sinto falta, muita falta mas, é preciso dar mais um tempo!

Beijos de carinho e de saudades.

LUIZ CAIO.

Secreta disse...

E assim , vamos pensando e repensando nossos actos...
Beijito.

Baby disse...

Só alguém que sabe muito da vida tem tantos "ques" para se expressar e para nos dar uma extraordinária lição de vida.
Obrigada por partilhares, minha querida.
Beijos.

Pelos caminhos da vida. disse...

EStive um tempo ausente amiga por motivos pessoais, agora já voltei a postar não todos os dias, continuo ainda ausente nas visitas, mas logo que tudo melhorar voltarei.

Obrigada por sua companhia.

beijooo.

Duarte disse...

Só a vida, para quem a sabe observar, provoca tal aprendizagem.
Soube vivê-la, e passar por ela aprendendo e divulgando: aos que chamo sábios.

Para ti, a minha admiração. Quanta sensibilidade!

Abraço-te agradecido

Sandrio cândido. disse...

Fico em extase ao ler este poema

Poesias Partidas disse...

Cara amiga, está na pasta SELOS & MIMOS, pegue lá.

monilis disse...

Simplesmente lindo!!! Sábio, puro e tocante.

Borbolet's disse...

cm esperado...magnifico