22 de setembro de 2008

Quero...

Tomek Sikora/zefa/Corbis


Um regaço para chorar,
mas um regaço enorme, sem forma,
espaçoso como uma noite de verão, e
contudo próximo, quente, feminino,
ao pé de uma lareira qualquer.

um colo, um berço,
um braço quente
em torno do meu pescoço,
uma voz que cante baixo
e que pareça querer fazer-me
chorar.

um calor no inverno,
um extravio morno da minha
consciência.

e depois, sem som,
um sonho calmo,
um espaço enorme como a lua
rodando entre as estrelas.

Bernardo Soares

Livro do Desassossego






67 comentários:

Só Eu disse...

Olá.
Mais uma belissima escolha esta dum Pessoa distinto em Bernardo Soares. Já começa a ser um habito transpirar qualidade entre estes dois rios.
Parabens e uma óptima semana.
Beijinhos

Juani lopes disse...

no conocia al autor , pero me ha encantado la poesia
saluditos

Claudia disse...

Muitas vezes sentimos algo que nao sabemos expressar tao bem em palavras quanto expressam ideias e sentimentos que esses nobres artistas conseguem em tao poucas palavras...

Lindo hj,lindo sempre seus posts

bjinhos

Shakti disse...

Quantas e quantas vezes queremos algo que não conseguimos expressar...queremos , temos a necessidade mas não sabemos bem o que...

bjs

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Gosto das imagens e sensações que transmites no teu blog... quero um abraço assim :)

Beijo meu ♥,

A Elite

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Que linda coincidencia, eu no teu cantinho e tu no meu :)

eu achei o episodio romantico...

hahahaha! :)

Beijo meu ♥,

A Elite

Nanda Assis disse...

rbm quero, principalmente um colo.

bjosss...

poetaeusou . . . disse...

*
no regaço de pessoa
vejo a estrela do meu mar,
,
brisas mareantes, deixo-te
,
*

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Sempre linda, sensível, encantante!
Como me faz bem ler teu blog Inês!
beijos e borboleteios!

Pelos caminhos da vida. disse...

Boa noite Inês!

Não é a toa que adoro seu blog.
Tudo aqui é lindo.
Boa noite.

beijooo.

lua prateada disse...

Inês obrigada pela visita no meu cantinho e ...há dias assim todos os temos mas, ...depois passa ...sempre acaba passando, e se não tivessemos estes dias como poderiamos apreciar os bons?...
Lindo teu poema de uma grande sensibilidade e ...carente...
Beijinho prateado com carinho

SOL

Não Somos Apenas Rostinhos Bonitos disse...

Inês,
É um dos heterônimos do Fernando Pessoa? Lindo e profundo demais!
Sabia que sempre que encontro coisas inusitadas pro "Rostinhos Bonitos" lembro de você dizendo que eu tiro leite de pedra?rs
Beijocas

Ana Diniz disse...

Quero, simplesmente,

adentrar estes versos e fazer deste querer o meu...

Não há nada q me traga mais aconchego q isso tudo. Acho q isso é a pura felicidade.


Beijos, linda Inês.

Ana

Chama Violeta disse...

Simplesmente belo!
Querer apenas o amor!

Beijos violeta e ótima semana!

Márcia(clarinha) disse...

Tantos quereres inundando o coração de esperança ao som de Yesterday, um primor minha flor, um primor.

lindo seja seu dia, querida
beijos

Zana disse...

Sempre encantador andar por aqui...e ainda com este maravilhoso colo...
Beijo

Vanna disse...

Tb quero ou melhor, ganhei mas ainda estou m acostumando a ter.
Bjs, linda semana.

Nadezhda disse...

Versos muito bonitos!

(Existe outro livro do desassossego?)

;)

NOCTURNO disse...

Um espaço imenso em sossego, nada melhor para deixar o sonho voar.

beijo Nocturno

Carla disse...

quero esse aconchego que as palavras oferecem
beijos

Cadinho RoCo disse...

Entre rios, entre estrelas e eu intrigado entre estações que culminaram no que criei escrevi e que está lá no Meu Nosso Blog só pra complicar.
Cadinho RoCo

Claudia disse...

Nossa,bom exemplo....Casais mudos em restaurantes..
E aqueles que vc ve no carro...O homem dirigindo com o olhar vago e a mulher esparramada no banco do lado...Com o rosto virado pro seu lado direito (oposto ao do conjuge) viajando em seus pensamentos,ou ateh mais...Olhando pro motorista do lado...rs
Bom,mas aih eu jah caio em outro assunto. rs

Bjinhos...

"O Autor", disse...

Poesia pra mim?

Parece.

mdsol disse...

Q. Inês:
Como é que você adivinhou? Este post parece feito de encomenda para o meu estado de espírito.
beijinhos do lado de cá
:)

ángel disse...

Siempre es un gusto recorrer la poesía de tu espacio que frecuento.


Saludos...

paula barros disse...

O querer com vontade, com desejo, com paixão, com carinho...bom demais.

abraços

Ana Monteiro disse...

Que delícia de conforto <3

Beijinho, Inês *.*

Pati disse...

Muito lindo o teu blog! Beijuss.

"Hoje, confesso, acordei com vontade de ser feliz.
Amarrei, até, no pulso o amor-perfeito
que foi secando no meu peito e retomei a velha máxima:
não deixar que qualquer angústia atinja o coração.
Um castelo de areia, é tudo quanto quero
para acostar o meu barco de papel."

( Graça Pires )

Jardineiro de Plantão disse...

Tens no Jardim uma flor que me enviaram e eu ta repassei...

Abraço

Marcelo Martins disse...

Sou eternamente grato à Deus por eu já ter tudo isso...
E que Deus me dê sabedoria para saber manter ao meu lado o amor da minha vida.

Beijos

Beto disse...

Eu já precisava ouvir , lê ... vem cá vc lê pensamentos e angústias das pessoas??? pode falar!!! sempre que venho aqui encontro uma parte do que sinto no momento!
beijos e uma boa noite!

NOCTURNO disse...

Preciso de um momento...
assim... quase perfeito
ou mesmo sendo imperfeito
não deixará de ser intenso.

beijo nocturno

~pi disse...

quero o próprio

calor

( cozer este pão

que me faz

massa de

corpo



~

~pi disse...

beijo :)

instantes e momentos disse...

lindo como sempre.
Tenha um belissimo dia.
Maurizio

AMMedeiros disse...

Honrada pela visita e comentário. Pessoa no seu semi-heterónimo,num poema cálido e amniótico... como não sentir prazer em Dois Rios?...

Excelentes escolhas entre a escrita e a imagem correm Dois Rios de sensibilidade.

Gostei.

Um beijo

NAELA disse...

Um querer delicioso, infinito e magico!
Beijo cheio de luz minha linda

Jardineiro de Plantão disse...

Por isso eu gosto de passar por aqui... ler estes poemas Lusitanos... sentir os momentos dos mesmos.

Grande abraço.

Avid disse...

Tambem eu procuro o mesmo... Belo poema.
Bjs meus

Claudia disse...

kd vc ???

rs

Sim eu digo disse...

Desassossego
Sonhos calmos
Não rimam

Camila disse...

Que vontade de colinhooooo...
Beijos

Three Love´s disse...

ai... também quero!
Realmente, como disse a Camila, dá vontade de colinho.

lindo poema, belíssima imagem, belo lugar!

b.e.i.j.o.s.

Quase Trinta disse...

Eu também quero tudo isso e um pouquinho mais..rs

Nina disse...

maravilhoso, sempre...
lindíssimo texto. li e reli para guardar em minha memória.
lindo!
parabens!

r_ogeri_o disse...

:) lovely

Zunnnn disse...

O autor queria uma carencia pra consumir...hum.
Eu divido!
rs

PS> 27 anos de maternidade? Concordo, deve ser mesmo uma dadiva. Espero um dia poder...

Abraço!

Jamille Lobato disse...

Minha cara amiga bloguera...
Estou deixando de escrever em meu blog e no último post descrevi o quão importante foi seu blog, e de todos os meus amigos blogueiros, nessa caminhada de 1 ano do Fugas e Devaneios.
Mas eu tinha que passar por aqui, para dizer tb, que não deixarei de visitar-te.

Bjus já com saudades

Marina disse...

Um lar, um lugar a que você sente pertencer. Algumas pessoas nos fazem sentir isso, descrito no poema.

Abraço, linda!

João da Silva disse...

Eu também quero, Inês(quecível)... e se começasse a chorar, talvez chorasse até formar um terceiro rio. Aqui - truísmo dizê-lo e repeti-lo - a inteligência e a sensibilidade se encontram e descobrem que estão apaixonadas. As duas metades da perfeição. Parodiando Shakespeare, a "cidadela" do amor.
Beijos, linda!

O Profeta disse...

Um texto mágnifico...

Olhos brilhantes maré tardia
Cabelos rebeldes em desalinho
Pés descalços no, frio barro
Um berlinde atirado ao caminho

Um bando de alegres pardais
Ou um domador de tempestades
Apenas um pássaro charlatão
Dividindo o pão em metades


Vem mergulhar com os Capitães do Calhau


Mágico beijo

Victor Oliveira Mateus disse...

A prova de que se pode falar do mundo das emoções e do seu desajuste sem se cair na pieguice.
Boa escolha, como sempre.
Um beijo, Inês.

«« ڱemöґïvö »» disse...

ah... por quantas vezes fico com esta vontade, exatamente esta vontade.
Somos carentes por natureza.
aiiii quero um abraçooooo rsrs
Que imagem linda^^ Senti algo tão bom ao vê-la...=)
Abraço

Ray

Baby disse...

"Um colo, um berço
um braço quente
em torno do meu pescoço"...

Tanta poesia em torno dum desejo que faço meu...

Beijinhos

Iana disse...

Sementes no chão, nasce e cresce emoção
Um jardim sem flores não é jardim
O meu é, e, floresce a cada dia, mesmo estando ausente
Minhas maravilhosas flores me enchem de alegria....

Amigos (as) O meu muito “Obrigada” por fazerem parte desse meu lindo e encantado jardim, e por terem o regado sempre enquanto estive ausente... Ao ler os vossos recados, deixaram-me alegre e feliz.

Passei por dias difíceis, (saúde) é, a saúde dessa vossa amiga não anda lá muito boa e é por isso que as vezes preciso de me afastar.

Tenho dias que não consigo estar por cá e dar a todos os amigos leitores o carinho que tanto merecem, receber dessa vossa “Rosa Amiga” o cuidado, dedicação, amizade, carinho e atenção.

Venho agradecer a todos pelo carinho, apoio, dedicação, atenção e amor pelo meu espaço entre as flores e pela minha pessoa. “Obrigada”!

Estou voltando aos poucos, e espero mais uma vez a compreensão de todos se caso eu demore a responder ou visitar-vos, espero estar bem para então voltar a dar o melhor que sei dar a meus queridos (as) amigos (as)...

Beijos doces dessa sempre
Rosa amiga
Iana!!!

PS: Tenho deixado nos blogs de todos os amigos esse texto... Mas não posso deixar de comentar sobre o que li... esta lindo como sempre... adoro estar aqui e poder voltar depois de tempos...

rosasiventos disse...

[ que em nada baste
que as pa lavras se des tapem
dos seus corações em cio
e mergulhem facilissima mente
no domínio comum das bocas
seta recta a perfurar códigos de esp aço



...

Brunhild disse...

Gostei muito de visitar este espaço, Dois Rios!

Vou passando por aqui...
Até breve.

L.S. disse...

Eu tbm quero...

Beijos,

Thiago Ya'agob disse...

Inês...

Estou em falta contigo. Perdoe-me. Fico envergonhado em ter que toda vez pedir desculpas por não vir navegar com mais frequência nos teus mananciais. Peço desculpas com a escrita composta pela pena do amor.

Semana que vem termina as provas na faculdade. Ficarei mais sossegado.

Mas tenha sempre em mente, de ti eu não esqueço. És especial para mim.


Um grand ebeijo, minha princesa!

Tiago Soarez disse...

Caramba

Quantos comentários!

Também, seu blog merece tudo isso, Inês!

Seus rios são ótimos!

Passei alguns dias afastado, mas já estou de volta.

Fiquei feliz em saber q vc conseguiu usar o link! Agora seu blog vai bombar ainda mais!

Beijos.

Bossa Nova Café - textos, música e arte!

Vivian disse...

...as palavras criam formas nas letras de um poeta

o blog feito com amor, desperta emoções e louvor!

muahhhhhhhh

Pjsoueu disse...

Gosto da forma e do modo poético como o Bernardo Soares apresenta cada poema...


Obrigado pela escolha; demonstra bom gosto, harmonias de sentimentos e uma alma inconformada, buscando sempre a plenitude:)


beijos do Pjsoueu

Cor de Rosa e Carvão disse...

Oie querida Inês!

Que lindo texto. Do tipo que exprime lágrimas a cada sensação obtida nas linhas lidas. Essa tua veia majestosamente sensível, delicada, para captar os mais belos sentimentos descritos, por esses zilhões de artistas que temos no mundo todo, é algo especial. Bjo no teu coração e bom final de semana.

Tiago Soarez disse...

Quero!!! Rs!

Beijos

Bossa Nova Café - textos, música e arte!

Do Jeito Que Eu Sou disse...

chega de lagrimas, o que quero agora é..."sem som, um sonho calmo, um espaço enorme como a lua rodando entre as estrelas."
adoooooro estar repousando meu barquinho por esses doces rios querida Ines, obrigada pelo carinho, e pela força......obrigada por ser um regaço para eu chorar, um regaço enorme, sem forma, espaçoso como uma noite de verao.....espaçoso e acolhedor como seus dois rios

selinho pra voce, reservado para todos os blog's que eu amo....e eu amo aqui

com o carinho e admiraçao de sempre

Debora Schuab

technology disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
UIFPW08 disse...

Ines...Non saranno mai le mie parole a desidere te ma soltanto una pensiero mi manchi davvero.

Ines...Nunca serán mis palabras a ustedes, pero yo sólo creo que se lo pierda.

miss you
Maurizio