29 de novembro de 2010

Olhar solitário


Esta vista de mar, solitariamente,
dói-me. Apenas dois mares,
dois sóis, duas luas
me dariam riso e bálsamo.
A arte da natureza pede
o amor em dois olhares.

Fiama Hasse Pais Brandão

As Fábulas


Não sei que mar é este,
nem
que navios encalham nas suas praias.
Sento-me na sua margem.
Espero-te.


Nuno Júdice
Cartografia de Emoções


Imagem: Emília Duarte/Olhares

39 comentários:

M. disse...

Vou navegar...

guímel disse...

Lindo poema!

A falta.... e a espera!

Bjsss

Rosinha disse...

Lindooo!!!

E vinicios tambem disse...
"Ai quem me dera, terminasse a espera
E retornasse o canto simples e sem fim..."

Xero de rosa pro cê, linda Ines.

UIFPW08 disse...

Um beijo infinito
Morris

Isadora disse...

Minha amiga, linda poesia! Um duo, uma dupla, sim já dizia a música é impossível ser feliz sozinho e para alguns essa é a mais pura verdade.
Um beijo

Herberth disse...

acho que vou me desconectar...

OutrosEncantos disse...

É mesmo!
... solitáriamente dói...
e assim, a gente espera, sempre!
Beijo.

Lis. disse...

Olá queridissíma Inês,

Estava notando que de uns tempos para cá, tens postado sempre duas citações em seus dois rios, como duas luas, dois sóis, dois mares... E parece-me que há complemento e sintônia nas citações que costuma apresentar entre autores diferentes.

E falando em diferenças, ou de algo diferente, apesar de todos os pesares que paira sobre o Rio de Janeiro atualmente, viajarei rumando ao Rio esta semana.

Parece que os meus primos resolveram sair da moita e decidiram fazer o inventário que estava faltando para que eu pudesse fechar o contrato de compra e venda das casas que eram da minha avó ao pastor Manoel Ribeiro. Então, já, já, o riacho estará no Rio. rsr

Até...

Luis Eustáquio Soares disse...

entre dois olhares que se atravessam permitindo olhar os muitos outros mundos além, aquém, tal que uma multidão de olhares já não sabe se olha ou se é olhada, tal a festa olhante.
b
l

Jorge Manuel Brasil Mesquita disse...

Sento-me no tempo e admiro o silêncio que me adoça a palavra da vida que se respira no olhar da sua transpiração.
Jorge Manuel Brasil Mesquita
Lisboa, 30/11/2010

Júlia Santos disse...

Que lindo *-*
Beijo querida =D

Baby disse...

Solitariamente,
esperando o inesperado
frente a um mar imenso.
Dentro do peito,
o destino amarrado.


Beijo.

MLiz disse...

"...A arte da natureza pede
o amor em dois olhares..."

:) Preciso comentar esta parte??? Simplesmente eu assino!

A beleza mora onde mora o amor.

1) Osho: é... eu não vi interpretação das palavras de Jesus mais aceitável do que a interpretação de Osho, que é o que ele faz em seus livros: A semente de Mostarda. E, temos de analisar o que andamos refletindo por aí... e o que nos é dito como simples reflexo do outro...

2) Sim, andei por aqueles lados. Maravilhosa, 'suave' cidade. Recomendo!

Beijos, Inês!
Liz

Braulio Pereira disse...

querida Inês

oh. dó

neste mar de paixâo

estou tâo só

solidâo

beijos doces ternura!!

Maicom disse...

A beleza está em não saber, a priori, onde se deve estar.

Lindo!
Beijão, querida.

Duarte disse...

No estalido das ondas
ao quebrar na rocha,
elevam-se clamores,
baforada de espuma branca,
saliva de desesperação,
Impotência no querer,
secreto dilacerante.


Abraço-te forte para que não te leve... essa onda

bárbara alencar disse...

adorei o segundo fragmento!

sonho disse...

Que esse mar não te fassa esperar muito...e te traga logo quem mais desejas...
Beijo d'anjo

Pelos caminhos da vida. disse...

Dois lindos poemas amiga...

Obrigada pela sua companhia.

beijooo.

Arcanjo disse...

Mais uma vez de uma sensibilidade ímpar para combinar dois poemas diferentes e as figuras e trasnformar em uma obra de arte... o lega da vida é quando dois olhares se tornam um só, e enquanto isso não acontece só nos resta ver o mar e buscar no horizonte algo que nem nós mesmos sabemos definir, mas sentimos muita falta... gostei muito do texto, parabéns.

Xana disse...

Basta um mar que nos embale no seu cantar para não nos sentirmos , sós, basta abrirmos a alma :)
beijinho

todosossentidos disse...

Lindo!!!
Sem mais palavras...
Grande beijo.

Neo

Kami disse...

Doce blog, estou seguindo.
Serás bem vinda ao meu =)

um beijo
fique com DEUS

█► JOTA ENE ◄█ disse...

ººº
Aqui é tudo em dobro desde as palavras ao titulo do blog, rs

Bjooooo

A.S. disse...

Gosto de um olhar solitário, perdido no horizonte... é inspirador, misterioso, excitante!


Beijos, querida!
AL

ઇઉ disse...

A vista do mar mesmo amando-o pra Mim doí as vezes, Me deixa
Saudosa de algum lugar. De alguma
coisa mais não sei do que e nem sei de onde.

Lindo Olhar solitário!
Um ótimo sábado pra ti e um excelente domingo bjs.

Veronica
Sensibilidade

Ane disse...

Oi menina!Não concordo muito com os versos.Se estamos bem com nós mesmas não há necessidade de companhia.Somos pessoas completas, não concordo com esta dependência do outro pra sermos felizes.
Um beijo e obrigada pela visita!
http://sulamemacedo.blog.uol.com.br

Magna Santos disse...

Ah, Inês, estes falam de uma solidão que dói, porque ainda querer-se acompanhada. O mar que de plenitude está cheio, pode trazer mesmo a solidão concreta para quem se sente só.
É incrível como você vai pescar "peixes" tão semelhantes.
Beijos.
Magna

F@bio Roch@ disse...

Grande! Poderoso mar...carregado de mistérios, mas cheio de esperança. Lindos poemas...gosto de estar por aqui!!

BEIJO!!

todosossentidos disse...

Apenas de passagem pra desejar boa semana....

Neo

Lívia Inácio disse...

Ótima seleção de versos!

•.¸¸.ஐBruneLLa França disse...

Inês, suas postagens são sempre magníficas, infinitas, como o mar!

beijos e borboleteios

Baby disse...

Que bom é vir aqui e sentar-me a ler-te, contemplando o mar, lá ao fundo.

Um beijo.

ઇઉ disse...

Olá querida, passa no meu blog Sensibilidade tem presente para você no final do meu post tem quatro selos se você ainda não tem escolha o que quiser
Ou traga todos seu blog merece fica com Deus bjs.

Secreta disse...

Uma espera que doi...

Vieira Calado disse...

Duas belas escolhas!

Saudações poéticas

todosossentidos disse...

Hummm..
Pelo jeito esta vista do mar está boa..
Passando pra desejar bom domingo e uma ótima semana.
Beijos

Neo
Todos os Sentidos

Monday disse...

Quem não consegue sentir nada de diferente ao se deparar com o mar, com certeza esqueceu algum pedaço da alma quando saiu de casa ...

Iana disse...

Como sempre intenso...

Mergulhei nesse mar de fortes ondas
para tentar ver a sua espera...

Beijos doces de quem admira-te e tem por ti um enorme carinho...

Sua e sempre rosa amiga
Iana!!!

PS: Amo estar aqui... mesmo em silencio sem comentar leio-te sempre...