9 de janeiro de 2010

Nunca mais


 














Nunca mais amarei quem não possa viver
Sempre,
Porque eu amei como se fossem eternos
A glória, a luz e o brilho do teu ser,

Amei-te em verdade e transparência

E nem sequer me resta a tua ausência.

Sophia de Mello Breyner Andresen

Imagem: José Eduardo T. Leite

44 comentários:

Lis. disse...

É bem verdade que já está tarde
Aqui no PC são 0:43 hs da noite
Bom ainda é dormir e descansar.

AUSÊNCIA

Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.

Carlos Drummond de Andrade.

ps. Durma bem< Inês.

Whispers disse...

Querida Inês
Quando se ama com amor e devoção
O amor é eterno, se ama para além da luz
Ausência só se sente pela falta física,mas temos sempre quem amamos tão perto de nós, dentro do nosso coração
O amor não se vê, não se toca, o amor é invisível só se sente na alma e no coração

Bom fim de semana pra ti querida
Mil beijos
Rachel

Sonia Schmorantz disse...

Nunca mais é muito duro....mas a escolha de hoje é linda!
beijos

Martinha disse...

A saudade espelhada em palavras bonitas. :)
Beijinho *

Branca disse...

...entrega total = saudade doída, cortante...

Belas palavras!

Bjo e bom fds amiga!

Duarte disse...

Uma poetisa da minha terra, uma mulher comprometida com o mar... esse nosso mar.

Que grande verdade quando se ama.

Beijinhos

Dil Santos disse...

Oi Inês, tudo bem querida?
Menina, nunca mais é muito tempo, rs
O amor nos move, nos inspira e nos faz escrever, fazer coisas das quais jamais suponhariamos fazer.

Um bjo
:)

Juliana Paez disse...

Que lindo poema minha amiga,

O amor é realmente o sentimento mais necessário na vida de todos, com ele nos sentimos vivos e entendemos todo o seu bem maior.

O amor nos midifica!!!

Bjos da JU

Pelos caminhos da vida. disse...

Hoje estou agradecendo de um por um por eu ter alcançado mais de 100.000 visitas, isso não seria possível sem vc, meu muito obrigada.

Fim de semana de muitas bençãos.

2010 com muita saúde, muito amor e muita paz amiga.

beijooo.

Érico Cordeiro disse...

Cara Inês,
Vi o seu comentário no On The Rocks e tomei a liberdade de visitá-la.
Chego aqui e me deparo com os versos de Sophia de Mello Breyner e texto do meu conterrâneo Gullar - é claro que pus nos favoritos e virei sempre aqui.
Parabéns pelo blog - certamente você deve conhecer o ótimo disco Mar de Sophya, no qual Bethânia interpreta alguns poemas dessa maravilhosa poetisa.
Um fraterno abraço e um feliz 2010!
Aproveito para convidá-la - e aos seus leitores - a conhecer o blog jazz + bossa, dedicado á música.
O endereço é:

www.ericocordeiro.blogspot.com

Hod disse...

Forte e exuberane o Poema que escolheu...
Parece-me distante da atual humanidade...quem sabe no futuro outras gerações...

Legal sua visita, já estava sentindo tua falta tb.


Forte abraço e bom final de semana!!


Hod.

Cor de Rosa e Carvão disse...

huuummmm... então, emudeci. beijo no teu coração

Shakti disse...

Sophia de Mello Breyner Andresen...como adoro-a ler !!!

bj

Balbicas disse...

Muito bonito. Adorei.
Ana Pereira

Monilis disse...

Oi Inês,
Faz tempo que não passo por aqui.
Bem triste esse poema mas lindo e puro.
Realmente ausência não se faz presente quando se ama.

Beijokas

UIFPW08 disse...

Sono solo il vento, che ti fa chiudere le finestre, ti fa serrare le porte, sono solo il vento che ti tocca i capelli, che ti bacia in silenzio, sono solo il vento..
fino a te.
I miei baci
Maurizio

Ane disse...

Que bom que voltou a blogar!
Um abraço!

ONG ALERTA disse...

Um dia aprendemos que o amor é além daquilo que podemos tocar e sim saber sentir com o coração, ame e ame muito vale a pena, paz, um abraço Lisette.

Do Jeito Que Eu Sou disse...

se nao for pra viver sempre nao quero mais amar, pq se amo com todo o meu ser, justo é entender que se nao for para amar sempre, viver nao quero nunca.

lindo minha querida Ines,
hj é assim q me sinto....amei com todo meu ser e nao vivi, morri de amor...hj ja nao quero mais amar, quero viver de amor.

bjosss minha doce Ines... lindo, lindo, lindo....como sempre...falou muito comigo seu post

Fabiana disse...

Querida Inês, sempre tão queridamente doce e meiga...amei esta escolha aqui postada.



"Para conseguir a amizade de uma pessoa digna é preciso desenvolvermos em nós mesmos as qualidades que naquela admiramos".

Sócrates.

Estou aprendendo um "cadico" com vc, para que possa ter sempre tua amizade.
Um bjão, com afeto e um
Grande abraço feliz!!!

Avid disse...

Amen!
Bjs meus

Caroline. disse...

Inês =D to passando só pra te desejar uma otima tarde de domingo.
beijão =*

A.S. disse...

Querida Inês...

Só alguém como a Sophia pode descrever com tanta sensibilidade uma ausência...
Mas na vida tudo renasce e se renova... até o amor!!!


Ternos beijos!
AL

Baby disse...

Maravilhosa Sophia, que nos deixou palavras tão belas.


Feliz ano novo para ti.
Beijinhos.

Dani disse...

me prendi nas suas palavras.

beijos!!

sonho disse...

Linda nunca mais...é muito tempo...
Beijo d'anjo

JIME disse...

"A coisa mais divina
Que há no mundo
É viver cada segundo
Como nunca mais..."

(Vinícius de Moraes)

Beijos.

sexwm disse...

Tudo sobre sexo, não se preocupe, é um blog com finalidades 100% contrutivas, sexo saudável é lá mesmo. Perguntas, dúvidas, questionamentos, críticas, ainda bem que existe o post anônimo, aproveite. Dê uma conferida, o blog está bem legal, vocÊ vai gostar. Afinal de contas quem não gosta de saber e falar sobre sexo?
www.sexwm.blogspot.com

Cadinho RoCo disse...

Nascemos para o amor que vive em nós.
Cadinho RoCo

Pelos caminhos da vida. disse...

Desejo nesta semana para você:

Paciência para as dificuldades
Tolerância para as diferencias
Benevolência para os equívocos
Misericórdias para os erros
Perdão para as ofensas
Equilibrios para os desejos
Sensatez para as escolhas
Sensibilidades para os olhos
Delicadezas para as palavras
Coragem para as provas
Fé para as conquistas
E amor para todas as ocasiões

beijooo.

Pelos caminhos da vida. disse...

Desejo nesta semana para você:

Paciência para as dificuldades
Tolerância para as diferencias
Benevolência para os equívocos
Misericórdias para os erros
Perdão para as ofensas
Equilibrios para os desejos
Sensatez para as escolhas
Sensibilidades para os olhos
Delicadezas para as palavras
Coragem para as provas
Fé para as conquistas
E amor para todas as ocasiões

beijooo.

Thiago Ya'agob disse...

Inês. É bom volver aqui. É bom sentir as águas dos teus rios, dos teus Dois Rios. Sei que posso mergulhar-me nelas – preciso, sempre.
Lendo “Nunca Mais” pude recordar de um fragmento escrito por Clarice Lispector no livro Água Viva (Tantas águas!) – deixo-o registrado aqui:

“Mas como fazer se não te enterneces com meus defeitos, enquanto amei os teus. Minha candidez foi por ti pisada. Não me amaste, disto só eu sei. Estive só. Só de ti. Escrevo para ninguém e está-se fazendo um improviso que não existe. Descolei-me de mim.”

Receba, sempre, o meu carinho em letras e como disse anteriormente, em presença de força.
Um ótimo 2010 a nós todos.
Paz.

Chris disse...

Um belíssimo poema da Sophia...
parabéns
Um beijo
Chris

Barbara disse...

Para Sophia, restaria talvez os pés descalços sobre folhas - como as da foto.
Há coisas que não se explicam mas que se explicam com muito pouco.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga.

Há um poema de Cássia Janeiro, que ao término diz:
"O que restou de tudo?
O que restou de tudo foi eu..."

Penso que algumas partidas são tão fortes em nossas vidas, que o vazio é tão imenso, que somente ele passa a ser percebido.

Lindo poema.
Forte, intenso, verdadeiro.


Grande abraço e muitas alegrias pela vida.

Fabio Rocha disse...

Belo blog

Iana disse...

Depois de muito tempo sem aqui aparecer, decidi visitar os blogs dos amigos(as) todos, mais sõ tantos que vou demorar dar a volta toda na blogosferaaaaaaaa :)))

Chego aqui e leio este poema que as lágrimas automaticamente rolaram pela face a baixo... :((( tenho sobrevivido a dor de um perda e sempre faço esta pergunta; Porque amei quem um dia cedo partiria? :(((

O Poema esta lindo...

Beijos e beijos e: "2010... Juntos com certeza, teremos força,
pois, somente amigos conseguem
e podem fazer com que a amizade
permaneça sólida através dos tempos."

Rosa amiga
Iana!!!

Cleo disse...

gostei daqui, to seguindo,o poema, escolha forte, reflexão profunda.
mas isto não é amor. amor tem de ter presença dinâmica eu diria. talvez, sei lá, sou leiga no assunto.
um grande beijo e o desejo que a semana transcorra feliz.
Cleo

Só Eu (Ricardo) disse...

Olá Inês
Belissima escolha esta de Sofia.
Muito obrigado pelas palavras tão bonitas que deixaste no meu Manhas de Inverno.
Deixo-te um beijinho com muito carinho
Ricardo

poetaeusou . . . disse...

*
nunca mais
me atraso
ao vir comentar-te,
,
conchinhas,
,
*

A.S. disse...

Inês...

É uma delicia ler-te!
Palavras que libertam e incendeiam num apelo sensual irreprimivel!


Beijos...
AL

Hod disse...

Inês,

"E, por falar em saudade, onde anda você, onde andam seus olhos que a gente não vê,...."

Menina como é díficil esquecer vc.

Beijos e forte abraço com muitas bençãos!!!

Hod.

˙·٠•● ѕεறிoτιvo ◦ disse...

Que profundo, isto me toca.
Me remete há u passado que me fez vivenciar eletra por letra deste poemas sem nem mesmo cohecê-lo, mas aprendi.
Hoje tenho um amor, pra sempre.^^

Que pérola linda que vc postou, apaixonei.

abraço bem apertado, cheinho de saudade. =)

João Videira Santos disse...

Que bom ler mais além aqueles que viveram aqui o sonho e as palavras do sentimento...