8 de agosto de 2008

Magnetismo





















Viver é fácil porque meço a partir
de ti o norte e o sul.

Basta que existas para que os
meridianos se arrumem
e os oceanos não
transbordem.

Teolinda Gersão 
Amor
Imagem: Peter Beck/Corbis

28 comentários:

Nadezhda disse...

Viver é fácil sim, mas quando se tem a certeza de um norte e de um sul!

;)

Sammyra Santana disse...

aí é amor pra mais de metro, rsrs!
tão lindo isso...

Nanda Assis. disse...

viver é foda, morrer é difícil, te ler é uma nescessidade... vamos fazer um filme?
bjosss...

NAELA disse...

A intemporalidade do amor em nos...renasce a cada distancia...
Beijo sem fim

Shakti disse...

Orientados a vida corre melhor...


Bjs

Diva disse...

Belo norte...
Bjs meus

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom dia!

Viver é um milagre diário...

O resto são consequências da vida...

Um fim de semana iluminado pra vc.


beijooo.

tempoparaamar disse...

Basta que existas!Por isso estou aqui entre o sul e o norte.Obrigada,e bom fim de semana.Beijo.
Salomé

Carla disse...

que linda esta forma de estruturar a vida!
...o difíci é conseguir!
bom fim de semana
beijos

Momentos disse...

Avaliando por medidas...
Mesmo não entendendo muito!
Concluo...Que!!!
Esse Amor é imenso!

Carinho!

Ana Diniz disse...

Querida,

o amor verdadeiro traz equilíbrio realmente. O amor maduro faz isso, ao contrário da paixão que parece provocar um arraso por onde passa. É estranho como o ser humano é. Quando está só, quer o amor. Quando o tem, quer a paixão. E quando se apaixona, não sabe bem o que quer. Fazer o quê? Estamos sujeitos a tudo, não é mesmo? À orientação e à desonrientação... Ao coração e à cabeça. Ao corpo e à alma... Às pessoas e a nós mesmos...


Obrigada pelo sensível comentário - que já tem resposta lá no blog.


Beijinhos...

Camila disse...

Isso é AMOR demais!
=**

Thiago Ya'agob disse...

Boa tarde, minha querida Inês!!!

Que bom voltar no teu recanto e encontrar novos versos.

Eu perdi o norte. E como canta Ana Carolina: Perder é não ter bússola, é não ter aquilo que era teu. E oque você quer? Orientação. (Quero orientação, aquilo que é meu).


...

Um grande beijo.

Aliny disse...

Oie amiguinha Inês q lindo texto a imagem fikou d+ com o Norte e Sul :)
vim t desejar um fds com mtss alegrias de Norte a Sul..
Bjinhux no seu coração...
www.menina_virtude.blogger.com.br

mdsol disse...

Minha linda:
Isso sim é amor... fico desvanecida quando a poesia coloca em poucas palavras a sabedoria e a beleza..
beijinhos do lado de cá.... (o resto já vc sabe rsrsr)
:)

Santhiago Ramirez disse...

Que coisa mais linda, Inês! Sempre que chego aqui, esteja eu bem ou mal, saio embevecido e com uma sensação de leveza que a sua arte, a sua sensibilidade, a sua perspicácia, me proporcionam.
Beijos carinhosos do Thiago

Papoila disse...

também eu ando sem norte procurando rumar a sul....

Um beijo
BF

Sei que existes disse...

Lindo post cheio de amor!
Beijo grande

D. disse...

magnetismo. arte viva.

D.

Ana disse...

Conheço pouco de Teolinda Gersão. Este poema fez-me vontade de conhecer melhor a sua poesia.
Um beijo.

Ana Diniz disse...

Um ótimo fim de semana pra vc, querida.

Beijos grandes...

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Prefiro não viver a não amar...
E somos nós que complicamos o simples!

beijos

Cadinho RoCo disse...

Sei lá. Este jeito fácil de viver tendo o outro como referência pode acabar em enorme dificuldade. Mas, não é minha intenção ser desmancha prazer ou demolidor de sonho. Só que...
Cadinho RoCo

Sammyra Santana disse...

hj eu escrevi sobre a liberdade de amar... amar é bom, bonito, mas é complicaaaaaaaado! rsrs

Ariana disse...

Mto lindo tudo isso!
Realmente amar é mto bom!rs

Beijo

Martinha disse...

Que lindo :)
É tão bonito quando o amor chega à nossa vida. Porque é este sentimento que nos faz orientar um pouco a nossa vida!
Beijinho linda *

«« ڱemöґïvö »» disse...

Olá Dois Rios.
Descupe a inavasão, mas gostei tanto do seu blog..^^
Um pouco parecido com o meu.

Se me permitir virei mais vezes
Ah!

Quanto a postagem, mui belo. Lindo mesmo.Curto e objetivo.As entrrelinhas falam tanto não é mesmo?! ;)

Se quiser retribuir a invasão, fique a vontade.^^
Abraço

Ray

Su disse...

adorei esse viver


jocas maradas