2 de agosto de 2008

Espera






















E às vezes, o silêncio estremece
Como se fosse a hora de passar alguém
Que só hoje não vem.
Noite de Abril


Google Imagens

45 comentários:

sonhos disse...

Silencio... O nosso, os dos outros, uma espera no vazio.

BJS

instantes e momentos disse...

estremece, dói...!
Tenha uma bela semana.
Maurizio

Marinha de Allegue disse...

A espera que non sabemos o que agarda...
Unha imaxe inquietante.

Unha aperta.
:)

Cadinho RoCo disse...

Passo pelo silencio do dia que amanhece por dois rios idos a único oceano. É que acordei inspirado mesmo.
Cadinho RoCo

Santhiago Ramirez disse...

Coisa mais linda. E parece que esse hoje vai durar para sempre. É como se amanhã também fosse hoje, e o futuro também fosse hoje. Esta a impressão que tive.
Beijos, muitos!

Thefy disse...

As vezes o silêncio é a melhor saída para a ansiedade..eu quem diga...rs
Obrigada pelas visitinhas flor, adoro qndo vc dá uma passadinha no meu blog, suas palavras melhoram meu dia...
Bjokas

Thefy disse...

Ahh e obrigada pelo carinnho...
Bjokas flor

Cila disse...

Passei para deixar um beijinho :)

Zek disse...

Nosso ou de outros, é sempre um aprendizado a espera..

PS: Meu ultimo post, eu publiquei um comentario que fiz aqui e citei a fonte, espero que não se importe.

mdsol disse...

A Sofia de Mello B Andresen (mãe do Miguel de Sousa Tavares que tem sido publicado aí no Brasil (Equador e mais recentemente Rio das Flores) é uma mulher clara e essencial. Belíssima escolha..
A imagem é mesmo para chamar a atenção...Permite.me minha linda carioca: não há espera nenhuma que mereça o literal da fotografia...como metáfora...acho eloquente.
beijos do lado de cá das águas (que nos unem)
:)

Martinha disse...

Esperar por alguém, por vezes custa-nos, sobretudo se essa pessoa nos diz muito!
Gostei :)
Beijinho *

Boa Noite Cinderela disse...

Essa sua postagem tem um certo ligamento com a minha.

Beijo*

Milla disse...

Mais uma frase que traduz exatamente o que estou vivendo, mesmo que o certo seja não esperar, se levantar e simplesmente seguir...

bjss!!!

paula barros disse...

É tão ruim esse tipo de silêncio, porque ele nunca fica em silêncio.
abraços

Thiago Ya'agob disse...

Boa tarde, Inês!

Estava com saudades de vir até aqui.

Meu final de semana foi meio corrido. Mas muito gratificante.

...


Assim que terminei de ler esse post no seu blog, veio um trecho das escrituras em minha mente. Não vou transcrevê-lo exatamente, mas o deixarei resgitrado da forma que se encontra em minha mente:

Por muito tempo me calei; estive em silêncio e contive-me. Hoje, como uma mulher que está de parto, gritarei. (Is. 42.14).

...

Um abraço.

...

Ah! Estudei a partitura e toquei várias vezes (Canto Triste). Mas é triste. Muito triste. Falta-me o ar ao tocá-la.

...

Marcelo Martins disse...

Sei bem do que fala...

Thefy disse...

Tem presentinho lá no meu blog pra vc flor...
Bjokas

acutilante - frank verlag disse...

"...Uma rua nova destruiu a rua do costume.
Como se sempre nela houvesse este perfume
De Vento leste e Primavera,
A sombra dos muros espera
Alguém que ela conhece."

Sofia incomparável!

Sabrina disse...

então até amanhã!
:)
beijos querida!

~pi disse...

que vem

a

caminho :) ?




~

~pi disse...

longamente inscrito nesta memória poética que agora me parece tão prática, uma fita branca como um caminho de luar: : só gosto das noites, começo agora a desejar ao fim das tardes... sinto k um dia amarei em ti todas as manhãs :)




~

Shakti disse...

O silêncio por vezes magoa...mas por vezes é mesmo necessário...

bjs

Ariana disse...

SILÊNCIO!

Um doce mistério!

Beijo

Ana disse...

A poesia de Sophia límpida como um cristal.
Um beijo.

Nanda Assis. disse...

hummm essa senssa�o � realmente estremecedora. esperar...
bjosss...

NAELA disse...

O silêncio...a espera que estremece...Simplesmente lindo!
Adorei a imagem e o texto
Beijo sem espera

Pjsoueu disse...

Dois Rios:

Como a Sophia de Mello Breyner Tão bem descreve, naquela forma poética que só ela tem:)

O seu blogue é uma pérola que apetece valorizar em cada visita:)

Bjos de Pjsoueu

Diva disse...

E a dor passa... tao devagar.
Bjs meu

D. disse...

Aos poucos vou conhecendo.

D.

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom dia!

Já esperei muito...


beijooo.

Carlos disse...

Olá,

A espera é sempre uma incógnita...
o silêncio às vezes é de importância quase que vital , até para nos conhecermos, a nós mesmos.
Mas como tudo tem a outra face , tem o reverso....

Gostei desta tua construção .

:)

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Amiga, bela foto e texto da grande Sofia... Tenho fotos novas de S. Miguel, vê se gostas... Um grande beijão,
Fernandinha

Iana disse...

Olá amigos (as) queridos (as), é tão bom estar de volta depois de uns dias longos de férias.... Obrigada por cuidarem bem de meu jardim em flores.... vocês todos são D++++ adoro-vos, de vossa doce rosa amiga, recebam um grande beijo doce e um forte abraço cheio de saudades! É bom saber que posso sair e ficar tranquila, vocês cuidam bem de nosso jardim, ele não ficou sozinho, isso é maravilhoso!

Com carinho sempre

Iana!!!

PS:
"Desejo que os ventos soprem
o aroma das flores, prá levar
até vc meu carinho com perfume
de amizade.
Todos os dias olhamos para o céu em busca do nosso anjo da guarda...Esquecemos que ao nosso redor já está cheio deles...São anjinhos sem asas que chamamos de Amigos"!

O Autor, disse...

Ás vezes, quando vivo tal silêncio, sinto o desejo de sentar, não para morrer, num trilho de Trem. Mas não passa Trem em minha cidade. ^^

Carla disse...

estremece-me a mim o silêncio.
Que bela escolhe esta imagem!
beijos

tempoparaamar disse...

Amiga obrigada por todo seu carinho e força neste momento.Beijinhos de carinho.
Salomé

Baby disse...

Que nunca mais vem...
E esse nunca é um nada que se espalha e nos ocupa por inteiro...(usando palavras da Sophia e tuas, também.)

Bjo.

O Profeta disse...

Ai quem me dera agitar o tempo
Atirar a mágoa à voragem da noite
Arrancar as raízes ao pensamento
Sentir a paz que uma lagoa acolhe


Boa férias


Mágico beijo

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Saudade de ti!
Nunca mais nos vimos e agora, ao ler o Camilo na tua chamada, fiquei fascinada, ele é um dos meus...Linda tarde!Bjssss

Thiago Ya'agob disse...

Boa tarde, Inês.

Sinto um silêncio nos teus escritos.

Sinto falta.

Ótima semana pra ti.

Shalom!

Aliny disse...

Oie amiguinha vim retribuir seu carinho e pedir desculpa pela demora eh q agora começaram as aulas e fica meio complicado .. nuxa q sensibilidade da Poeta Sofhia ..amiguinha uma semaninha xuper iluminada com mtsss alegrias..Bjinhux no seu coração..
www.menina_virtude.blogger.com.br

paula barros disse...

Lindo o que Zek escreveu inspirado aqui. Parabéns aos dois.
beijos

della-porther disse...

aqui. um bom lugar para vir.

della

Victor Oliveira Mateus disse...

A escrita tão depurada da Sophia!
Bjs

Victor Oliveira Mateus disse...

A escrita tão depurada da Sophia!
Bjs.