17 de agosto de 2008

O ser que há em nós

Haleh Bryan



Não tenho a certeza de que estejas dentro de mim,
ou que eu esteja dentro de ti,
ou que me pertenças.
Pelo menos não é isso que eu quero.
Acho que estamos ambos dentro de outro ser
que criámos e que se chama "nós".

Na verdade, não estamos dentro desse ser.
Somos esse ser.
Ambos nos perdemos a nós próprios
e criámos outra coisa,
algo que existe apenas como uma
união de nós os dois.

Robert James Walter
The Bridges of Madison County




55 comentários:

Shakti disse...

Já me falaram muito das Pontes de Madison County , mas para ser sincera não conheço, por isso posso dizer que amei este poema...

bjs

Nanda Assis. disse...

até desta forma, um pouco mais intelectual, é lindo falar da junção de dois.
bjosss...

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Poema maravilhoso!
Uma delícia de ler... A imagem também é linda!

Por isso que sempre amo vir aqui!

Beijos

Momentos disse...

Adorei essa união...
"EU"..."NÓS"...
Do um todo!
Lindo poema!
Profundo...Tocante!

Beijinho!

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Primeiro dia de lua cheia é sempre um poço sem fim de inspiração!!!

Monique Lôbo disse...

Poema lindo,ele retrata o verdadeiro amor,aquele que tem o sentimento de posse,não é dono,ele simplesmente faz parte do outro.
Adorei.
BJuss

"O Autor", disse...

Geralmente é o que acontece quando o Amor une corações em uma única alma.

Marcelo Martins disse...

Quando dois confundem-se num só é a hora de ter a certeza absoluta que encontrou-se um dos maiores prazeres que podemos experimentar nessa vida, o amor incondicional.

Beijinhos

Thiago Ya'agob disse...

Querida Inês!
Amanhã voltarei para comentar o texto (ainda não o li).

Escrevo porque estava "morrendo de saudades"; Minha Internet deu "paw" esse final de semana, então não pude entrar no blog, como sempre faço.
Mas amanhã retomo aos meus bons modos. rs

Inês, vc sabe o "destino" do Santhiago?

O blog dele está como inexistente... fiquei trsite.

Encontro consolo no blog do Santhiago e no teu; Tenho vocês dois como referência pra mim.

Se voc~e souber de algo, me avise.

Beijus.

lua prateada disse...

Vai atrás do teu sonho...dá um passo de cada vez, não te detenhas, continua a escalada, pois lá xegarás...Feliz semana.Se
estás de férias apenas aproveita e, GOZA muito...
Beijinho prateado
SOL

Márcia(clarinha) disse...

Isso se chama "Completude" [ele me dizia que sim, eu acreditava]

lindo dia flor
beijos carinhosos

Thiago Ya'agob disse...

Pois é, Inês.

Eu havia levado dois texctos do Santhiago para minha turma e professora na facul. Todos adoraram a forma com que ele manuseia a pena. Fui dar a noticia a ele pelo blog, mas não o encontrei.

Fiquei e como você disse, estou chateado.

O Santhiago, no pouco que eu o conheci, me fez pensar muito e abriu meu interesse pelo saber.

Espero que ele retorne.

Beijus...

Bill Stein Husenbar disse...

Junta-se a intelectualidade com as emoções e nasce uma bela obra.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

Cadinho RoCo disse...

O mais difícil é estar só e ao mesmo tempo ao lado de alguém.
Cadinho RoCo

mundo azul disse...

Quando os dois formam um "novo ser", um nós...É por que realmente é amor de verdade!

Que lindo e verdadeiro esse texto!


Beijos de luz e uma semana muito feliz, minha amiga!!!

~pi disse...

fruto

inteiro:

nós:

filho fonte ramo

raí z

a ~ ve


~

~pi disse...

... e


po n te


po n te (

Desarranjo Sintético disse...

Totalmente romântico...
Mas acho que nos encontramos em nós mesmos...nos outros apenas algumas poucas vezes!

Bjoks!

Fábio.

Thiago Ya'agob disse...

Bom dia, Inês!

Preciosos são os teus escritos, querida.

Não me canso de dizer que quando venho aos teus rios perco-me de forma “proposital” nas águas desse manancial que me instigam e inspiram vida.

Nós. – está no “plural”, e o que eu quero é um só corpo, uma só carne. Isso abrange um sentimento que está sendo moldado e aperfeiçoado em mim (e nela, sinto isso).

E por sentir isso tão claro em mim; posso comparar essa limpidez com as águas que vejo nos teus rios.

Um beijo, Inês.

Shalom!

Thiago Ya'agob disse...

Bom dia, Inês!

Preciosos são os teus escritos, querida.

Não me canso de dizer que quando venho aos teus rios perco-me de forma “proposital” nas águas desse manancial que me instigam e inspiram vida.

Nós. – está no “plural”, e o que eu quero é um só corpo, uma só carne. Isso abrange um sentimento que está sendo moldado e aperfeiçoado em mim (e nela, sinto isso).

E por sentir isso tão claro em mim; posso comparar essa limpidez com as águas que vejo nos teus rios.

Um beijo, Inês.

Shalom!

NAELA disse...

Minha doce Inês!
Uma maravilhosa escolha que vem iluminar este dia chuvoso, tal os pensamentos...
Este ser somos "nos" quero adormecer beijando esta poesia!
Beijo poetico

maria josé quintela disse...

belíssima esta história que deu origem a um filme igualmente belo, onde se aprende que um fim infeliz também pode ser um fim feliz.



beijo.

Camila disse...

Bélissimo!
=)

João da Silva disse...

"Nós, que já perdemos a noção da hora, que juntos já jogamos tudo fora..."
Esta simbiose do amor, que des-integra e re-integra seres, é maravilhosa. Perder-se alguém n'outrem, inspirar um o hausto do outro, circular um pelas veias e artérias do ser amado.
Osculo-te o rosto

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Oi, amiga!
Realmente, precisamos refletir, não apenas o eu, mas o outro que, por sinal, somos nós...Gostei!Bjs

Aliny disse...

Oie amiguinha Inês..
eu nao vou entrar
em detallhes sobre
o Poema..nao entendi
vai ficar igual
encontrar perola em
conchas :D
mas o poema eh lindo
Td q se refere ao Amor
eh sempre bonito neh..
:P miguinha uma semaninha
xuper iluminada ..Bjinhux

Marinha de Allegue disse...

O amor unifica auna sentires...

Unha aperta.
:)

Te disse...

Como eu gosto desse filme... apanhou mt bem, esse texto/poema que vem mesmo a propósito... lindo!!! (gostei do seu comentário n post d'hoje, Obgda!) Um abraço da Lua

saudadesdofuturo disse...

Dois rios,

Cheguei com as asas que me lembrou há pouco, as de um passarinho trémulo e frágil, mas que não esquece que tem nos dois rios uma lua em cada margem...e janelas abertas que dão para a brisa e corpos que dão neles a alma e tudo me fez bem neste voo. Vi as conchas partidas e pensei que q pérola resistiu, para além de tudo.

Um beijo de Saudades. Fiqu com os anjos.

saudadesdofuturo disse...

Errata; «...pensei que a pérola resistiu, para além de tudo.»

Vanna disse...

Vivo um mometo assim. Sou eu, ele é ele, mas quando estamos juntos somos nós. Nós sozinhos, nós c/ os outros, e depois outra vez nós sós.
Bjs, lindos dias.

Do Jeito Que Eu Sou disse...

lindo poema....amei seu espaço, amei passear por aqui...serei visita constante, ja estou ate te linkando no meu blog.....epero sua visita....grande beijo, com carinho e admiraçao
http://dojeitoqueeusou.blogspot.com/

«« ڱemöґïvö »» disse...

Faz bastante sentido...
desculpe o sumiço... muita coisa a fazer..¬¬

Beijo

Ray

«« ڱemöґïvö »» disse...

faz todo sentido. ;)
Desclpa o sumiço... muito a fazer, pouco tempo para dar conta. rsrs
Beijo

Ray

Cadinho RoCo disse...

Já voltei.
Cadinho RoCo

Clecia disse...

Lindas palavras!Ah! Esse filme élindo demais! :) BJos e uma ótima semana!

Vinícius Ghise disse...

Sinto falta de compartilhar, ainda me dói, demais.

Bjo Inês...

Diva disse...

Encontros... Coplementaridades.
Bjs meus

Pelos caminhos da vida. disse...

Olá amiga!

Viajei nesse lindo poema.

Uma otima tarde.


beijooo.

Profº. Eric Frantto disse...

"Um elo se fecha à nossa frente, mas um laço se une à nossa volta." Abraços, Frantto

Profº. Eric Frantto disse...

"Um elo se fecha à nossa frente, mas um laço se une à nossa volta."
( Frantto )
Abraços!

Milla disse...

A união entre duas pessoas que se amam eterniza cada momento.. E tudo fica uma delícia!

Bjss!

Carlos disse...

certezas? quem as consegue ter? agora a união nem que seja a do momento, é de viver intensamente.
O filme é muito bom!

:)

"O Autor", disse...

De todas as incertezas, o amor é o mais incerto.

Quem disse isso?

Não sei!

Tatá disse...

Somos esse ser.
Lindo!!!

Beijos

Boa Noite Cinderela disse...

È sumir não pode mesmo, é que estava com visita e festa a semana inteira.
Agora voltei.
Beijo.

Thefy disse...

Oie flor, também estive ausente esses dias e confesso que ansiosa para voltar à blogosfera..
Adoro sua visitinhas e seus textos são "auto-inspirantes" para o meu ser..rs
Bjokas flor...

Do Jeito Que Eu Sou disse...

Querida Ines, me senti honrada com a sua visita. Obrigada pela recepção calorosa, isso me induz a conduzir meu barquinho por suas águas docemente tranqüilas.
Grande beijo com muito carinho e admiração de sempre.
Débora Schuab

Aliny disse...

Oi amiguinha Inês, tdb?? *-*
fui procurar no pai
dos burros o
significado dakela
palavrinha ;D
fike com Deus Bjinhux ;*

Helio disse...

Criamos um outro nós a partir dos nossos nós desfeitos.
Te amo,

Victor Oliveira Mateus disse...

Excelente escolha: a síntese de
dois diferentes alcançada numa
unidade que transcende tudo aquilo
que inicialmente a integrou.
Surge um´"nós" que tudo abrange,
um forma nova e... talvez insuspeitada no princípio de tudo.
Muito belo, mesmo!
Bjs.

rosasiventos disse...

Rosa rosa rosamRosae rosae rosaRosae rosae rosasi rosaRosaRosa
rum rosis
ros

is ros
is


:) a inclinação das rosas

JADY*ALVES disse...

O importante é o amor que dividido Torna-se unificado! Lindo! Abraços ternos.

ivone disse...

inês
um filme inesquecível sim

é como que um poema em imagens não é?


beijos mil


.i

UIFPW08 disse...

Querida Inés , yo no sabía cómo escribir, yo no sabía cómo agradecerle a usted, que está siempre muy educado y siempre quiero darles las gracias por esto. Un fuerte abrazo
Beijos meus
Morris