23 de agosto de 2008

Um despertar sem sonhos

Hakan Photography



A falta que me fazes não é tanto
à hora de dormir,
...
é quando ao despertar,
revejo a um canto
a noite acumulada de meus dias


Carta





37 comentários:

Aliny disse...

____77777_______77777...Vim trazer
__777777777___777777777...um recadinho
_77777777777_777777777777...pra vc...
77777777777777777777777777..As janelas da vida estão
77777777777777777777777777...abertas para amores,
7777777777( \__/)7777777777...decepções, para
7777777777(=' :'=)7777777777...pessoas que não
7777777777(")__(")777777777...sabemos se são certas...
__7777777777777777777777...Certas na hora de amar...
___7777777777777777777...Compreensivas na hora de
_____7777777777777777...ajudar...
_______77777777777...Sinceras na hora de conversar...
__________77777...Verdadeiras na hora de desejar...
____________7...Aconchegantes como as noites de luar...Firmes como o chão q queremos pisar...
Sensíveis como a melodia que insiste em nos tocar...
Inconstantes na hora de caminhar..
Como saberemos então se as pessoas q encontramos são certas ou erradas?
Nunca saberemos...O essencial é Amar...amar mto,amar sempre.. e ver com os olhos da alma.

´¨)Beijinhux*
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` *Aliny

Boa Noite Cinderela disse...

Dura realidade, de que não é um sonho.
Beijo.

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Sempre tocantes os textos selecionados por você Inês.
E o que dizer da composição que cria com as imagens?
É lindo!!!

Sou apaixonada por seu blog!

beijos de néctar...

alice disse...

il tuo blog è molto bello

Fabrícia ♥ disse...

aaah , gigante carlos drumoond.
AMO ele .

haaha ;* gaata

Pelos caminhos da vida. disse...

Olá amiga!

Gosto de vir aqui...

Poemas e imagens fántasticas...

otimo fim de semana...


beijooo.

Su disse...

belaaa escolha

cda.........um dos meus preferidos

jocas maradas

ki-colado disse...

Triste sou eu...
A observar-te...
Só canto meu.

Onde estarão...
Seus refrões...
Meu coração?

Cadê seu véu?
Daí-nos o céu...
Vento de amor.

Aqueça-nos...
E nunca mais...
Olhará atrás!

http://www.youtube.com/watch?v=HL89st1UqMo

"O Autor", disse...

Mesmo mortos, os poetas parecem tão vivos.

Assustador!

Shakti disse...

Carlos Drummond e os seus ditos tão actuais !!!

bjs

P.S-Sabes algo do Santiago ...o seu blog foi eliminado..

Do Jeito Que Eu Sou disse...

Ines, como é doce, como é adorável...presente que o blog me deu...amo ter você em meu canto, amo navegar por aqui....obrigada pelo carinho acolhedor de sempre...

Grande Drummond....amo demais

A tristeza existe no vazio onde viveram os sonhos que se foram com a desilusão.....pior que a solidão é não saber sonhar, é viver um dia apos o outro, existindo, sem perspectiva maiores....pior que ires embora, é me deixar sem norte á contemplar o buraco vazio onde um dia viveu os sonhos que sonhei por nos dois...é olhar pra trás e ver que as coisas mais lindas que vivemos só existiu de fato dentro de mim em forma de ilusão


grande bj com carinho e admiraçao

amo estar aqui presente em cada postagem.....me emociono sempre

«« ڱemöґïvö »» disse...

Que lindo trecho!!! ^^
Realmente a aisência dói... ao despertarmos então... nusss
Que linda foto hein... estou boquiaberta, muita linda mesmo

Grande beijo
Ray

Jamille Lobato disse...

Drummond já me fez perder o sono, buscando sentidos em suas palavras...
Gostei do blog, voltarei mais aqui!

Nadezhda disse...

Você escolhe sempre as palavras certas. (e as imagens tbm).

;)

Clecia disse...

Esses versos do Drummond são lindos!:) Bjos e um lindo domingo!

Nanda Assis disse...

amor ausente, que faz sofre tanto, e nos deixa assim, sem sonhos...
bjosss...

Jardineiro de Plantão disse...

Blog bonito o seu, com tanto perfume exalado por tão bela poesia... aqui me hei-de perder mais vezes.

Obrigado pelo passeio até ao meu jardim, espero que os canteiros, tenham florido sorrisos... e volte para ver mais flores

Abraços

D. disse...

Nosso sempre Drummond.

D.

paula barros disse...

Viver sem sonhos, é não viver. E o binóculo mágico ajuda não é? rsrs

Querida,
Seu comentário ficou maravilhoso. É aquilo mesmo que você disse.
abraços e obrigada

João da Silva disse...

Ah!, Inês(quecível)... coisa mais linda.
Estou me tornando repetitivo, mas meu psitacismo, a minha tautologia, é devida apenas a uma razão: aqui as belezas se conjugam de forma tão harmônica! De forma que nos deixa boquiabertos, aparvalhados.
Sem palavras, minha linda. Amo tudo isto aqui.
Beijos, beijos, muitos (calorosos)

ivone disse...

fantasticamente viva!

Monique Lôbo disse...

Adoro Carlos Drummond De Andrade,e adoro os poemas que vc posta aqui.Se estou um pouco estressada é só vir aqui que melhoro!Obrigada!
Tem selo pra vc la no blog!!
BJussss

Diva disse...

Acordares...
Bjs meus

Mello disse...

lindo poema e imagens fantásticas.

Beijinhos,

Mello

NAELA disse...

A mais bela forma de expressar e desenhar a saudade!
Beijo terno

Cadinho RoCo disse...

A falta é mesmo de um vazio insuportável.
Cadinho RoCo

Elliana Alves Rios de Sonhos disse...

O Mario é maravilhosa minha linda
fala do amor com poder e sabedoria,bjsssssssss e amei teu blog,parabéns...

~pi disse...

desperto sempre com a mão esticada para o pão,

tenho a manteiga na boca

( já...

ainda e porém não gosto das manhãs mas sei que hei-de gostar,,,



beijo, inês



~

Camila disse...

E bota falta nisso, viu!
=/
Beijo da Cah

Só Eu disse...

Que cuidado espectacular colocas sempre na escolha dos textos.
É uma delicia visitar-te (e eu andei fora durante uns dias e sei como me fazem falta...).
Beijinhos

Thefy disse...

A maior falta que sinto é justamente na hora de durmir..rs
Mas é sempre bom despertar e saber que nada foi apenas um sonho...
Lindo post flor...
bjokas

Lica Veríssimo disse...

Saudade também é bom !
Bj

mdsol disse...

Linda Inês:

Sempre textos lindos! Sempre fotos sugestivas! Como me soube bem esta visita depois de uns dias para fora!
beijinhos regressados!

:)))

Múcio L Góes disse...

nada é tao bom, qto acordar lendo Drummond...

bjo

Tatá disse...

Sonhar é bom!
Lindo o poema.

Beijos

Victor Oliveira Mateus disse...

É terrível essa saudade trazida por
um despertar que, no seu olhar em volta, apreende a imensidão da noite que falta percorrer. Noite
imensa, revelada por uma falha essencial (a ausência do Outro?)...
Um beijo, Inês!

jacker disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.