13 de agosto de 2008

Frutos
















Quando a amada oferece
o seu corpo, ela sabe
que dos frutos apenas
se colhe o sabor.
É então
que os dedos
separam as películas,
que a lâmina desce e a água
e o fogo se misturam.
E é então que a vida
e a morte convivem
sob o mesmo tecto.

Albano Martins
Escrito a Vermelho


Google Imagens

51 comentários:

Ana disse...

Um poema escrito a fogo e água. Belíssimo.
Um beijo, Inês.

Thiago Ya'agob disse...

Bom dia, querida Inês!
Com carinho retorno aos teus rios, aonde consigo beber de águas que fluem de uma fonte alegre.
Faz-se necessário beber-me em suas águas.
Aqui, eu deixo um pouco de lado minhas angustias e lavo não apenas o corpo, mas a alma.
Mesmo em contraste com o que sinto, posso dizer que aqui encontro uma dosagem de alívio para dor.
A escrita me proporciona isso. É luminoso poder descobrir o poder que há na leitura e escrita. Isso me fascina. Meus olhos brilham, minha alma suspira e sou envolto em um sentimento excedente a inquietação que me acompanha.
...

Seu texto de hoje, fez-me ir até um trecho de um texto meu, aonde eu disse:
...É como contemplar o mar, poder entrar nele, mergulhar, se aprofundar em suas águas e sair enxuto...

Essa morte, essa vida. Abrangente isso. Profundo.

...

Beijos, princesa!

Sthephanye disse...

..viver com prazer, seempree...
Bjokas flor, adorei o texto

ángel disse...

Muy bello poema, sólido y concreto en su economía verbal. La imagen, estupenda.


Saludos....

Thefy disse...

a Sthephanye ai em cima sou eu flor..rsrs
Deu um erro aqui..rs
Bjokas

Sonhos e Devaneios disse...

O sabor que a amada oferece e o sabor que encanta e faz com que tudo aconteca muitas vezes....o sabor do amor.....
maravilhosamente lindo
joao

mdsol disse...

Uau! Palavras e imagem desassombradas, assumindo o pleno da vida sem rodeios. E a elegância sempre presente! Gostei muito.
Beijos do lado de cá...
:)

Márcia(clarinha) disse...

Mistério da vida, cor da paixão, vermelho de sabores...

lindo dia flor
beijos

Vinícius Ghise disse...

Pesquisa no Rio? Hum... muito interessante. Vontade não falta, de conhecer essas bandas aí.

Bjos

Aliny disse...

Oie amiguinha lindo poema
e imagem ..o autor eu nao
conhecia.. miguinha vc deixou
um comentario no meu blog
q eu nao entendi nadik ??
Vc me chamou de Elaine e
escreveu q fikei sem entender
mas nao vim p reclamar nao viu
soh q fikei confusa..
Miguinha fike com Deus..
Bjinhux no seu core

Diva disse...

Entrega pura.
Bjs meus

Nanda Assis. disse...

concordo com "ana" l� no topo, um poema a fogo e �gua.
bjosss...

Monique Lôbo disse...

"É então que a vida e morte convivem sobre o mesmo tecto."
Que poema lindo,simples e sincero.E a imagem como sempre completando o poema.
Bjuss

' Ciih ϟ disse...

Que poema interessantíssimo &Imagem perfeita. Parabéns :)

Boa Noite Cinderela disse...

Entrega total.
Beijo*

Carlos disse...

Olá,

sem dúvida alguma, e nesta dicotomia a vida se entrelaça e nos momentos de entrega tudo se mistura, ao fim e ao cabo em Vida e no extremo na morte.

Tudo de bom

:)

Marcelo Martins disse...

Dos frutos só se colhe o sabor?
Gostei muito dessa definição.
A se pensar...
Eu acreditava que nos frutos também colhíamos sementes.

Beijos meus

Santhiago Ramirez disse...

Inês(quecível), querida, as águas que banham o seu blog vêm certamente da Fonte de Hipocrene. Pégaso tocou de novo a cerúlea camada, fincou uma das asas em algum manancial que desborda aqui, justamente aqui.
Diga-me se essa juventude toda, nessa alma linda, pode ser contestada...
Beijinhos, querida, os mais carinhosos, do Thiago

~pi disse...

eros e tanatos

sob o tecto

do

prazer...?

acredito na eternidade, porém...:)



~

Carla disse...

dos frutos...colhe-se o sabor
do amor...colhe-se a vida!
beijos

Zek disse...

Profundo, verdadeiro e terno....
que venham esses frutos, que dele não comeremos mas iremos oferecer!!

Bjs

Martinha disse...

Que lindo :)
Quando nos entregamos a um amor sabemos que ele valorizará aquilo que temos de melhor. Porque todos temos qualidades e defeitos, e como ninguém é perfeito, temos que saber valorizar o que o outro tem de melhor! :)


Um beijinho Inês *
;)

Mau Camus disse...

Basta o sabor...
Tb gostei da visita Inês. Postei um novo texto de nome Tá, você é negro. E daí?. Gostaria que disesse o que achou.
Bjoos

instantes e momentos disse...

passando para te desejar um belo final de tarde. É bom voltar sempre aqui.
Maurizio

Bill Stein Husenbar disse...

Mais uma vez, Parabéns!

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

AVESSOS disse...

como sempre seu blog com um belo texto

Thiago Ya'agob disse...

Inês (quecível) - Gostei do sufixo que o Santhiago usou. Ele soube usar a sufixação de uma forma coerente. rs

Passando para desejar-te um ótimo final de tarde e uma excelente noite.

Beijus, Princesa!

Pelos caminhos da vida. disse...

Olá!

Adoro visitar seu blog...
Textos e imagens ... perfeitos

beijooo.

paula barros disse...

Senti cheiro de prazer, amor, paixão, desejo.
abraços

"O Autor", disse...

Que bom seria se nossos Presidentes, Reis e todos os governates fossem poetas, né?

Camila disse...

E ai acontece o Amor...
Paixão
E mais fogo!

NAELA disse...

O amor na sua entrega total!
Ardente, na sua plenitude...
Beijo doce

Iana disse...

Ola...

Que poema cheio de delíciassss.. hummm...
Amei, essa entrega, esse prazer...
Parabéns!!! como sabes adoro esse cantinho...

grande beijo doce
Iana!!!

Cor de Rosa e Carvão disse...

Inês, querida, adorei teu comentário. E obrigada pelo elogio. Eu tenho muitas críticas à minha escrita, principalmente a que faço profissionalmente, mas sempre é bom saber da admiração dos leitores. Isso dá uma força e o estímulo, a certeza diria, que estou no caminho certo, basta seguir.
Sobre o nome, eu tinha a maior curiosidade para saber o teu. E me senti a vontade contigo de assinar o meu. Mas não me importo que me chamem de Cor de Rosa e Carvão. Tem dois significados bons para mim. Os fatos de adorar Marisa Monte e esse álbum dela e ser uma mulher negra. Não sou feminista, mas é necessário que todas nós saibamos nosso valor, sem precisar pedir igualdade de direitos, pois somos seres extremamente capazes de realizar tudo que quisermos com afinco. Já o reconhecimento é algo que precisa maturidade, para que a nossa sociedade seja altruísta a admitir.
Bom, agora me deixastes curiosa. Quem é "nós" e o que fazes, além de propagar a poesia do mundo para nós?
Afora isso, é um prazer enorme tê-la na minha casa, carioca da gema! (eu acho, he he he). Bjo no coração e bom final de semana.

Tamara Mayfair disse...

Intenso e verdadeiro.
Adorei o espaço, os versos são maravilhosos!
Gostaria de poder adicioná-la aos meus favoritos. Tudo bem?
Beijos.

Clecia disse...

Interessantes versos! Gostei! Um abraço e tudo de bom!

Aliny disse...

*´¨`*•.¸¸.•**´¨`*•.¸¸.•**´¨`*•.¸¸.•*´¨`*
Miguinha Inês...Passando p deixar meu carinho...
bjinhux uma linda noite e um fds com mtsss alegrias
*´¨`*•.¸¸.•**´¨`*•.¸¸.•**´¨`*•.¸¸.•*´¨`*

Márcia(clarinha) disse...

Tudo bem por aí flor?
Passando pra saber, deixo beijos de lindo dia.

Juani lopes disse...

muy bonito
saluditos

pin gente disse...

"quando amada se perfuma
se banha com leite, se arruma"

muito bonito
beijo

Ariana disse...

Poema maravilhoso!xd

Beijo

Nadezhda disse...

"E é então que a vida
e a morte convivem
sob o mesmo tecto."

Acho que elas caminham juntas a vida toda!

Vou linkar seu blog, tudo bem?

;)

Marinha de Allegue disse...

A vida e a morte sempre combinando...
Excelente imaxe.
Fermoso Post!!!.

Unha aperta.
:)

Fernando Rodrigues disse...

Lindissimo miga, parabéns

bjokas

Beautiful Stranger disse...

vim aqui trazer um carinho, o prêmio Dardos; recebi da amiga querida 'Desnuda"; ficaria feliz se aceitasse; deixei no meu blog para que pegues; e quanto as regras de quem me deu e repassar, estou fazendo informalmente, e fica a seu critério...

:D

http://strangerbeautiful.blogspot.com/

mail-msn-orkut: bs_live@live.com

D. disse...

Tenho um certo "enamoramento" por este lugar.

D.

Sei que existes disse...

É um bonito poema!
Boejocas grandes

Do Jeito Que Eu Sou disse...

quanto mais passeio pelo seu blog mais tenho a certeza de que é uma digital q compoe a identidade do meu......maravilhoso

«« ڱemöґïvö »» disse...

enfoooo.
profundo.. haha

Ray

Del disse...

Eu morro por um momento desses com alguém que eu amo.
Beijo, D

Victor Oliveira Mateus disse...

Se em relação ao poema acima consegui tecer algumas palavras
sobre o próprio poema, aqui digo
apenas:

as minhas homenagens ao Albano Martins, poeta que muito admiro!