7 de julho de 2008

Para ti



 













Na plenitude da felicidade, 
cada dia é uma vida inteira.

 
Goethe



pelas lindas férias que me deste,
pelos instantes que eternizaste,
pelos azuis dos céus
,
pelos brilhos das estrelas,
pelas luas prateadas,
e pelas neves
que me regalaste,
te dou o que há de mais completo
em mim: meu eterno amor.


Foto: Inês Queiroz
Piuke Huapi (Ilha do Coração) - Patagônia Argentina


7 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

Tão bela declaração de amor.
Na plenitude da felicidade todos os momentos merecem ser eternizados.

Lindo demais querida.

feliz seja seu dia, flor
beijos

Anônimo disse...

Sawya:Minha linda,quanta inspiração e quanto agradecimento ao seu amor!
O amor é uma plantinha delicada que deve ser molhada todos os dias.Às vezes fica murchinha,sem esperança de voltar à florescer e heis que de repente surge bela,formosa en todo o seu esplendor, agradecida de haver sido regada!
Além de que você de por si, já é uma linda flor, ao presentear-nos tantas palavras bem ditas, bem escritas!Você também rega as nossas almas com cada imagem, verso ou prosa que coloca no seu blog.Obrigada por tantas mostras de amor!

Só Eu disse...

Lindo!
Gosto do teu espaço.
Parabens.
Beijinhos

Papoila disse...

bonito agradecido .. ou declaração de eterno amar.

Beijos
BF

Dois Rios disse...

Márcia,
O amor se alimenta dos momentos em que se faz eterno.
Meu beijo,
---
Saywa,
Obrigada pela doçura das suas palavras. As mostras de amor são somente trocas.
Meus carinhos,
---
Só eu,
O espaço é tão nosso quanto da poesia. É só entrar e deleitar-se.
Beijo,
---
Papoila
Grata pelas tuas palavras. O amor é isso: um eterno declarar-se.
Beijos,

Sabrina disse...

lindo, lindo!
delícia de amar assim.
beijos...

della-porther disse...

docemente bonito.


beijos


della