1 de julho de 2008

Além do horizonte

 












A distância mais curta entre dois pontos
pode ser a linha reta,
mas é nos caminhos curvos que se encontram
as melhores coisas da vida.

Lygia Fagundes Telles 
É preciso amar...


Imagem: Richard Schultz/Corbis

7 comentários:

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

A relatividade de Einstein também se encontra nas curvas...e o perigo de estar vivo também!

Iana disse...

Olá, também adorei seu cantinho e venho agradecer sua prença e carinho em meu espaço perfumado...

sinta-se em casa, ou melhor, em um jardim florido.. pois essa Rosa amiga tem o prazer de receber em seu jardim mais uma linda flor encantada...

beijos e beijos
Volte ok? Eu vou fazer o mesmo

Iana!!!

Mysterious Ways disse...

nas curvas se encontram os caminhos misteriosos ...

Diva disse...

Yap... e preciso amar.
Bjs meus

Victor Oliveira Mateus disse...

Vou tentar não me esquecer nunca disto!
Bjs.

Xinha disse...

Olá...

Lindo Post...
As curvas revelam mistérios que por vezes os c
aminhos rectos, escondem !!
Xi-coração

Santhiago Ramirez disse...

Ah, Inês, eu amo Lygia. Amo.
Beijos carinhosos e fartos